O aparelho é usado em casos de parada cardiorrespiratória 

O Corpo de Bombeiros de Valinhos e Vinhedo receberam nesta semana dois aparelhos DEA (Desfibrilador Externo Automático) cedidos pelo Governo do Estado que serão integrados nas viaturas de resgate para serem utilizados em ocorrências de atendimento pré-hospitalar.

-publicidade-

Os desfibriladores (DEA) são equipamentos portáteis e computadorizados que analisam o ritmo cardíaco do paciente e distinguem um ritmo passível de reversão com desfibrilação e se necessário, liberam um choque ao coração.  O aparelho é usado em casos de parada cardiorrespiratória (PCR), diagnosticando e tratando arritmias cardíacas de fibrilação e taquicardia ventricular. Os equipamentos já encontram-se à disposição nas viaturas e prontos para serem utilizados nas duas cidades.

 

Rapidez no socorro é fundamental

A maior causa de morte em países ricos e emergentes são doenças cardiovasculares.

No Brasil, essa taxa anual chega a 300 mil, de acordo com o Ministério da Saúde, sendo em média 85 mil deles causados por infarto.

A demora em iniciar a desfibrilação diminui a chance de sobrevivência de 7 a 10 % para cada minuto transcorrido, sendo assim as chances de sobrevivência caem para 50% após 5 minutos e cerca de 2% próximo dos 12 minutos.

A rapidez e a eficácia das intervenções adotadas são cruciais para um melhor resultado do atendimento, por isso lembre-se, quanto mais rápido for o acionamento maiores são chances do indivíduo sobreviver.  Em casos de emergências ligue imediatamente 192 ou 193.

Fonte: 1° Tenente Vitor – Comandante do Posto de Bombeiros de Valinhos e Vinhedo.

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome