DAEV diz que Rio Atibaia garante abastecimento neste início da estiagem

0

O DAEV – Departamento de Águas e Esgotos de Valinhos, através do seu departamento de imprensa, informa que o “Rio Atibaia, responsável pelo abastecimento de 55% da cidade de Valinhos, encontra-se no início da estiagem deste ano com uma vazão média de 12 m³/segundo, portanto dentro dos parâmetros normais inerentes à água bruta. Fato este que garante a segurança hídrica para o abastecimento de Valinhos e as demais cidades que captam água no Rio Atibaia.”

Ainda segundo a autarquia, “diferentemente dos anos anteriores, a situação atual apresenta um cenário mais positivo, uma vez que, a partir de Agosto de 2017, com a assinatura da nova outorga do sistema Cantareira, Valinhos e todas as cidades que têm seu abastecimento atrelado a este sistema produtor passaram a contar com um mecanismo de garantia de vazões mínimas nos rios Atibaia e Jaguari.”

Reservatórios do Cantareira

-publicidade-

Outro fator que afasta qualquer possibilidade de desabastecimento, segundo o DAEV,  “é o nível dos reservatórios do Cantareira, que estão próximos de 50% (cinquenta por cento) de reservação, aliados aos novos sistemas construídos pelo Governo do Estado, que são: o Sistema São Lourenço, com capacidade de produção de até 6m³/segundo destinado a região metropolitana de São Paulo (RMSP) e a reversão do reservatório Jaguari (bacia do Rio Paraíba) para o sistema Cantareira, com capacidade média de 5m³/segundo. A operação desses novos sistemas permite maior oferta de água para a RMSP, diminuindo consequentemente a dependência desta do sistema Cantareira, aumentando assim a disponibilidade hídrica para a bacia PCJ.”

Os mananciais superficiais internos do município representam mais 40% do abastecimento, e as captações subterrâneas (poços profundos) 5%, e operam com níveis dentro do esperado para o período de acordo com o monitoramento realizado pela equipe técnica da Autarquia.

Obras fortalecem o sistema

Para o presidente do DAEV, Pedro Inácio Medeiros, “as obras fortalecem o sistema de abastecimento e aumentam a oferta de água para a população. Economizar água não é apenas um hábito saudável, mas sim uma grande responsabilidade com o futuro. Um ponto fundamental é observar o nosso consumo, e pequenas mudanças na rotina podem fazer a diferença. Uma maneira interessante de poupar água é reutilizá-la!” disse o presidente.

O Daev reforça a recomendação de economia de água:

Apesar da manifestação otimista, o DAEV recomenda o consumo consciente de água:

* Fique atento a qualquer vazamento. Uma torneira pingando chega a gastar 46 litros de água por dia;

*Quando for escovar os dentes use um copo d’água para enxaguar a boca;

*Aperte a descarga apenas o tempo necessário. Uma descarga chega a utilizar 20 litros de água de uma única vez.

*Reutilize a água do banho e da máquina de lavar para limpar a calçada.

*Máquinas de lavar louças e roupas devem ser utilizadas na capacidade total.

Fonte: Imprensa Daev

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome