Movimento lança abaixo-assinado e questiona a entrega da administração do cemitério à iniciativa privada 

Após os vereadores aprovarem, em primeira discussão, a proposta de “privatização” do cemitério apresentada pelo Prefeito Orestes Previtale (PMDB), um movimento organizado na internet passou a questionar a concessão deste serviço público e lançou um abaixo-assinado digital.

Além de apontarem o exemplo de como a população foi prejudicada em outras cidades brasileiras após a “privatização” dos cemitérios, o movimento questiona também a contradição do vereador Gilberto Borges, Giba (PMDB), que em 2015 votou contra a mesma proposta apresentada pelo então Prefeito Clayton Machado (PSDB):

“Vereador #Giba em 2015 durante proposta da gestão Clayton: “O cidadão não pode permanecer ao dispor de um empresário cobrando quanto bem entende por um serviço que é de interesse público” Mas, agora com Orestes Previtale votou a FAVOR. Quais interesses que produzem essas mudanças?”, diz o texto.

O próprio Prefeito Orestes, quando era vereador, votou contra o projeto:

“POR QUE MUDOU? QUANDO ERA CLAYTON O Orestes Previtale ERA CONTRA. QUAIS INTERESSES ESTÃO EM JOGO?”, dispara o movimento.

Os vereadores Alécio Cau (PDT) e Dalva Berto (PMDB) apresentaram emendas ao projeto original reduzindo o prazo da concessão de 30 para 10 anos e destacando a obrigatoriedade de “atendimento à demanda de sepultamento através do plano de expansão” e “concessão de obra pública para verticalização do sistema”.

Segunda discussão deve ocorrer nesta terça-feira (27)

A sessão da Câmara de Vereadores marcada para esta terça-feira deve realizar a segunda discussão do projeto que necessita de 12 votos para a sua aprovação.

Na primeira discussão, assim votaram os vereadores:

A favor: Aldemar Veiga, Alécio Cau, Mônica Morandi, Roberson Salame, Henrique Conti, César Rocha, Dalva Berto, Edson Secafim, Rodrigo Tolói, Kiko Beloni, Giba, Luiz Mayr.

Contra: André Amaral, Rodrigo Popó, Mauro Penido e Franklin.

Acesse o abaixo-assinado: Prefeito Municipal de Valinhos, Orestes Previtale Junior, Mais Taxas Nem Morto

Leia também:
Vereadores aprovam em primeira discussão a “privatização” do cemitério
Orestes quer “privatizar” o cemitério, depois de votar contra em 2015
Pé de Figo debate: a “privatização” do cemitério

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome