Felipe Sagaz estreia a sua coluna de Cultura Hip Hop no Pé de Figo 

Em 11 de agosto de 1973 surgiu a primeira festa Hip Hop no bairro Bronks nos Estados Unidos da América, realizada pelos irmãos Cindy e Clive Campbell que se mudaram da África para o Bronks em 1967.

-publicidade-

Os irmãos Cindy e Clice já eram DJ e fizeram esta festa com intuito de arrecadação de fundos para material escolar no período de volta às aulas.

DJ Kool Herc, como era conhecido Clive Campbell, percebeu que em certa parte da música as pessoas dançavam mais, então começou a fazer recortes dessas partes mais dançantes e reproduzí-las, conhecidas como Beat Break, então começaram a surgir os passinhos e danças, os Breaking.

A primeira festa Hip Hop da história

Nesta festa ele citou poesias em cima da própria batida, os irmãos não sabiam exatamente o que faziam, mas ali estavam presentes os quatro elementos básicos do Hip Hop, que são DJ, MC, Breaking e Graffiti, pois nesta época já era comum a cultura do Graffiti, que se limitava a escrever seu nome no muro com spray. Então surgiu nesta data a primeira festa Hip Hop da história.

Na década de 60, Bronks marca um momento de degradação, falta de emprego e abandono da região, consequentemente gera um ambiente perfeito para  (a)os jovens ficarem na rua e se envolverem com a criminalidade e  gangues ali presentes, pois era uma forma de adquirir dinheiro e respeito no bairro.

A partir de 1971,  uma das principais gangues “Ghetto Brothers” começou a atuar no Bronks com uma ideologia de paz e união das gangues, pois o líder do grupo, Wellow Benjy,  tinha contato com o partido Black Panthers  (um dos principais grupos que luta pelos direitos civis dos(as) negros(as) nos EUA).

Após o assassinato de um dos membros do Ghetto Brothers ,  que foi enviado em missão de paz em um conflito que havia entre gangues,  Wellow Benjy reuniu todas as gangues e fizeram um tratado de paz.

O surgimento das “batalhas” para mostrar quem era melhor na arte

A partir deste momento havia festas onde membros de várias gangues se encontravam, então surgiu as batalhas, que é o reflexo das gangues atuando no Hip Hop.

Ao invés da disputa ser por território, agora a disputa era pra mostrar quem era melhor na arte, seja ela dançando Breaking, nos toca discos (DJ) ou nas poesias (MC).

Kevin Donovan, conhecido como Afrika Bambaataa,  criou uma organização chamada Universal Zulu Nation, e, a partir de seus estudos, ancestralidades e de sua raiz africana, propõe a organização de um grupo para melhorar Bronks, que se torna um dos maiores, se não o maior, grupo de organização da cultura Hip Hop no mundo, sempre mantendo a ideologia muito forte, que traz vários preceitos religiosos, respeito ao próximo e de modificação e transformação através do autoconhecimento.

Afrika Bambaataa ficou conhecido também como padrinho do Hip Hop, pois foi o primeiro a usar este nome (Hip Hop), que era uma gíria muito usada pelos MC’s para agitar o pessoal da festa, que significa “agitar, dançar, mexer os quadris”

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome