No Procon, idosos são os que mais buscam seus direitos

0

Órgão de Valinhos planeja palestra para esclarecer principais dúvidas

Estudo do Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) de Valinhos constatou que o idoso é quem mais reivindica seus direitos. O levantamento por faixa etária considera as reclamações feitas desde o início de janeiro. Das 1.397 pessoas cadastradas por idade, os idosos acima de 61 anos lideram o ranking de queixas, com 27,20%, ou 380 consumidores.

O levantamento foi feito pelo órgão com base nas queixas apresentadas entre 2 de janeiro e 3 de agosto. No grupo de pessoas entre 61 e 70 anos foram 230 pessoas, o equivalente a 16,46%; enquanto os acima de 70 anos chegou a 10,74% (150 consumidores). Segundo a diretora do órgão, Vilma Albuquerque, se incorporados os 275 clientes da faixa etária de 51 a 60 anos (19,69%), o volume de reclamações aumenta para 46,89%.

A maioria destas queixas envolve a falta de cumprimento dos direitos previstos no Código de Defesa do Consumidor (CDC) ou ainda no Estatuto do Idoso (Lei Nº 10.741/2003). Com base nestas constatações, o Procon Valinhos vai organizar palestras de esclarecimentos a esta parcela da população.

“Ainda não tem data nem local definidos, mas em função destes números a unidade está se preparando para promover palestras, principalmente sobre contratos, empréstimos consignados, venda casada, seguros, cartão de créditos e outros”, enumerou Vilma.

Mais informações no Procon: Avenida dos Esportes, 303, telefone (19) 3871-1223.

Quadro de reclamações por faixa etária:

Faixa etária           Consumidor         Percentual

De 18 e 20 anos    26                          1,86%;

De 21 e 30 anos    157                         11,24%,

De 31 e 40 anos    276                        19,75%

De 41 e 50 anos      283                       20,26%

De 51 e 60 anos   275                         19,69

De 61 e 70 anos   230                         16,46

Acima de 70 anos 150                         10,74%

Total                      1.397                      100%

*Fonte: Procon Valinhos

 




Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome