Ação inédita promove a integração entre o grupo e a comunidade

Os pacientes que sofreram Acidente Vascular Encefálico (AVE), atendidos pela Rede Municipal de Saúde de Valinhos, têm algumas atividades de reabilitação na Praça Brasil 500 Anos, onde utilizam também os aparelhos da academia de ginástica ao ar livre.

Esta é uma das ações diferenciadas desenvolvidas em grupo com esses pacientes, além de oficinas de culinária, música e jardinagem, para a integração com a comunidade e outras pessoas com dificuldades semelhantes.

-publicidade-

O projeto inédito é realizado pela fisioterapeuta Ligia Nunes e a terapeuta ocupacional Tatiana Fajardo da Secretaria da Saúde. Segundo a supervisora do setor, Sílvia Petrait Forte, são 10 sessões para o desenvolvimento de habilidades motoras, cognitivas e emocionais de forma mais independente. O trabalho tem apoio de cuidadores e familiares.

A ação em grupo é parte da recuperação desses pacientes, após o acompanhamento individual, para reaprendizagem das funções e habilidades perdidas.

Os encontros são semanais e ocorrem ainda nas dependências do setor e com visitas eventuais ao Centro Cultural e Artístico da 3ª Idade Roque Palácio. Segundo a supervisora, as pessoas que sofreram AVE têm uma ruptura em seu cotidiano por conta das limitações físicas resultantes do acidente e o contato com esses serviços acaba sendo uma das poucas oportunidades de integração e socialização.

Até o momento dois grupos passaram por esse trabalho especializado entre agosto e novembro do ano passado e maio e agosto deste ano. “A avaliação é positiva, pois atingimos nossos objetivos, e vamos dar continuidade a esse projeto”, disse o secretário da Saúde, Nilton Tordin.

 

Fonte: PMV

 




Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome