Prefeito Orestes expõe caos financeiro da prefeitura

1

Contas a pagar em curto prazo chegam a R$ 180 milhões.

O Prefeito Orestes Previtale (PMDB) chamou a imprensa nesta terça-feira (07/02) para apresentar o verdadeiro caos financeiro que herdou da administração anterior.

O ex-prefeito Clayton Machado (PSDB), embora tenha feito propaganda de que Valinhos era um exemplo de administração, gastou e não pagou em 2016 R$ 87.300.048,74.

Somados o passivo (contas a pagar) com despesas não contempladas no orçamento de 2017, o rombo chega a R$ 179 milhões, metade de toda a arrecadação prevista para o ano.

Na coletiva, a Secretária Municipal da Fazenda, Maria Luisa Denadai, apresentou um relatório e afirma que “a transferência da administração anterior para o exercício de 2017 de restos a pagar sem cobertura financeira viola as leis nº 4320/1964 e 101/2000, principalmente no artigo 42, e despesas sem prévio empenho ou cobertura contratual”.

Orestes Previtale garante que medidas estão sendo adotadas para efetuar cortes em todas as secretarias e a população já começa a sentir os efeitos da situação.

O temor generalizado é o de que as dificuldades financeiras sejam usadas para justificar cortes nos direitos dos funcionários públicos e nos serviços essenciais prestados à população.

Até mesmo o Loteamento da Fonte Sônia poderá ter sua aprovação viabilizada com a justificativa de que a Prefeitura precisa de arrecadação.
Transporte de estudantes.

O prefeito Clayton Machado deixou de pagar inclusive o reembolso das despesas com transporte, garantido por lei aos estudantes universitários, bem como não quitou os serviços prestados pelas empresas fretadas.

Foto: Ricardo Gasparino.

1 Comentário

  1. como se justifica se a prefeitura estacom uma divida alto senhor ORESTE aumentar o teu salario prara 27.000 mais alguma coisa e os cargos de confinsa com mais de 15.000mil voçe acha justo esta ipocerzia desumana e os funcionarios do upa sem receber infelismente como disz neste pais cada um faz o que quer naó esiste lei para os grandes a populaçaó é que paga por isso

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome