Obras do Centro de Artes Marciais. Foto: Jornal Terceira Visão

O Boletim Oficial da última sexta-feira (27) trouxe a publicação de 4 portarias que instauram processo de sindicância administrativa para investigar possíveis irregularidades em duas obras públicas: da Unidade Básica de Saúde da Vila Itália, e do Centro de Artes Marciais; bem como nas gestões das verbas dos Fundos Municipais de Meio Ambiente e de Desenvolvimento Urbano.

Segundo noticiado no site da Prefeitura Municipal de Valinhos no último dia 13, a construção da UBS Vila Itália está “na reta final”, com previsão de término para o mês de setembro de 2018, após ser retomada no mês de março. Segundo a mesma matéria, a construção teria se iniciado em 2014, mas paralisada dois anos depois, ainda na fase de alvenaria, em função de a construtora ter abandonado a obra. A portaria que instaura a sindicância, no entanto, indica que o Termo de Contrato entre a PMV e a CFJ Engenharia e Construções Eireli se deu em 2015.

Já o Centro de Artes Marciais, que está sendo construído no Parque Municipal Monsenhor Bruno Nardini, se iniciou no final de 2015, conforme matéria publicada no Jornal Terceira Visão, com previsão de entrega para março do ano seguinte. A obra também tinha como responsável a CFJ Engenharia e Construções Eireli, empresa que abandonou obras em andamento em diversas cidades do Estado no ano de 2016.

Já as portarias que irão investigar a gestão dos Fundos Municipais de Meio Ambiente e de Desenvolvimento Urbano, destacam que o período a ser averiguado é de 2013 a 2016, ou seja, durante a gestão do ex-Prefeito Clayton Machado (PSDB), em que os Conselhos Municipais de ambas as áreas ficaram em evidência em decorrência de processos de alteração de zoneamento para a construção de novos condomínios na cidade.

Veja também:

TV Pé de Figo – Entrevista exclusiva com o ex-prefeito Clayton Machado

Vereadores aprovam contas do prefeito Clayton de 2013

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome