Foto: Jornal Terceira Visão

A Prefeitura Municipal de Valinhos publicou no Boletim Oficial da última sexta-feira (27) um decreto que retira da Recoopera, Cooperativa de Trabalho dos Profissionais em Coleta, Processamento e Comercialização de Materiais Recicláveis e Reutilizáveis, o direito de usar um barracão, em posse da municipalidade, no Bairro Santa Escolástica.

A Cooperativa, que funciona há 15 anos, publicou na última semana uma nota em que denuncia os ataques do Prefeito Orestes Previtale (PSB) à sua atividade. A Recoopera é a única entidade a realizar coleta e processamento de materiais recicláveis no município.

Segundo a nota, que é assinada pela Presidente da cooperativa, Jane Azevedo, e por mais três representantes de movimentos e sindicatos da categoria, “o Prefeito Orestes Previtale, ao invés de ser artífice do enfraquecimento/fechamento da Cooperativa Recoopera, deveria fortalecer seu trabalho, sua gestão e ampliar a coleta seletiva na cidade possibilitando que sejam gerados mais postos de trabalho”.

Sem poder utilizar o barracão, as atividades da Recoopera podem ser suspensas.

Erramos: a versão original da matéria dizia que o barracão “pertence à municipalidade”, mas na verdade a prefeitura detém a posse do barracão, conforme consta no texto do Decreto nº 9.747/2018. A informação foi corrigida em 03/05, às 09h.

Leia também:

Para a Recoopera, Prefeito de Valinhos quer acabar com a Cooperativa de Reciclagem

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome