Preocupado com a nudez no museu de SP, vereador André Amaral faz moção de repúdio

0

Vereador do PSDB quer que a Câmara de Valinhos repudie o Museu de Arte Moderna de São Paulo

O vereador André Amaral (PSDB) apresentou no último dia dois de outubro uma Moção de Repúdio ao Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), condenando a performance “La Bête” na abertura da 35º Panorama de Arte Brasileira.

André Amaral demonstra preocupação com o fato de que “esses tipos de exposição podem trazer influências na plasticidade do cérebro com consequências negativas para o desenvolvimento das crianças.”

A proposta do vereador tucano acontece num momento em que grande polêmica se estabelece no país diante da onda conservadora que questiona o conteúdo das artes em exposições e performances, inclusive com inúmeros artistas brasileiros realizando um movimento contra a censura, a difamação e o conservadorismo.

A questão da presença de crianças na performance de um homem nu teve repercussão nacional em que posicionamentos de especialistas impõe uma reflexão sobre a sexualização da nudez e o falso moralismo.

Matéria no Fantástico e mico constrangedor

Em matéria veiculada no programa Fantástico, da Rede Globo, no último domingo (8),  especialistas indicaram que o contato com a nudez, em si, não causa nenhum efeito no desenvolvimento da criança, sendo responsabilidade dos pais o cuidado para que não haja sexualização.

Subscrita por nove dos dezessete vereadores de Valinhos a Moção nº 198/2017 está na pauta de votação da Sessão Ordinária desta terça-feira (10).

Na semana passada a Câmara de Valinhos foi protagonista de um mico constrangedor em virtude de o vereador Rodrigo Tolói (DEM) ter apresentado uma Moção de Apoio ao pedido de prisão do artista envolvido na questão do MAM, baseado numa notícia falsa espalhada pelas redes sociais da internet.

 

 




Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome