Privatização do cemitério: repercussão negativa tira proposta da pauta de votações

0

Vereadores apresentam emendas e o projeto volta para as comissões

A pressa em aprovar o Projeto de Lei n. 136/2017, de autoria do Prefeito Orestes Previtale (PMDB), que autoriza a concessão do cemitério municipal à iniciativa privada, foi barrada na sessão da Câmara de Vereadores de Valinhos desta terça-feira (27) depois que vereadores apresentaram emendas para modificar o texto original.

O Pé de Figo apurou que a grande repercussão negativa com relação à proposta foi o principal motivo para alguns vereadores apresentarem as emendas que, na prática, devolve o projeto às comissões de estudo e joga a discussão e votação para depois do recesso legislativo que tem início na semana que vem.

As emendas modificativas foram apresentadas pelos vereadores Alécio Cau, Israel Scupenaro, Mauro Penido, Kiko Beloni, Franklin, Cesar Rocha e Luiz Mayr.

Projeto havia sido aprovado em primeira discussão

A proposta de “privatização” do cemitério já havia sido aprovada pelos vereadores, em primeira discussão na semana passada, uma vez que obtivera os doze votos necessários.

Na primeira discussão, assim votaram os vereadores:

A favor: Aldemar Veiga, Alécio Cau, Mônica Morandi, Roberson Salame, Henrique Conti, César Rocha, Dalva Berto, Edson Secafim, Rodrigo Tolói, Kiko Beloni, Giba, Luiz Mayr.

Contra: André Amaral, Rodrigo Popó, Mauro Penido e Franklin.

Leia também:
Vereadores aprovam em primeira discussão a “privatização” do cemitério
Orestes quer “privatizar” o cemitério, depois de votar contra em 2015
Pé de Figo debate: a “privatização” do cemitério
Mais Taxas, Nem Morto: movimento questiona “privatização” do cemitério

 

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome