Procon aponta variação de 6% a 47% nos preços de produtos da Páscoa em Valinhos

Peixes também merecem atenção durante a compra

Com a proximidade da Páscoa, a compra de alguns produtos típicos da data, tais como ovos de Páscoa e bombons, pode ser mais econômica, É só seguir algumas precauções. Esta é a dica do Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) de Valinhos. Após pesquisas realizadas em seis supermercados da cidade, entre os dias 27 e 31 de março, foi possível constatar grande diferença de preços nos produtos à base de chocolates, variando o percentual de 6% a 47%.

-publicidade-

“Rótulos, validade, condições de embalagens e composição devem sempre ser observados, pois determinadas doenças impedem aos seus portadores, por exemplo, a ingestão de açúcar ou glúten”, adianta a diretora do Procon, Vilma Albuquerque. Ela reforça que não há garantias para a compra de ‘ovos quebrados’, normalmente mais baratos e colocados em bancas de promoção.

Ela lembra ainda que quem optar por produtos caseiros, muito comuns nesta data, a orientação é primeiramente uma visitação à cozinha e degustação do produto. “O ‘fornecedor artesanal’ é obrigado a emitir Nota Fiscal ou, na sua falta e para sua garantia, exija um recibo”, sugeriu.

            Bacalhau – Na compra do tradicional bacalhau, o produto deve possuir excelente aparência. “Caso possua manchas avermelhadas ou pintas pretas no dorso, não compre”, sentencia a diretora, lembrando que é sinal da existência de bolor. Portanto, impróprio para consumo. Os peixes em geral devem estar frescos e conservados em balcão frigorífico ou gelo. “Devem ainda ter os olhos brilhantes e escamas bem presas ao corpo”, finaliza.

            Mais informações no Procon, que fica na Avenida dos Esportes, 303, telefone (19) 3871-12 23.

            Segue tabela com a pesquisa feita pelo Procon Valinhos:

Fonte: PMV

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome