Jane Azevedo, presidente da Recoopera, fala na Tribuna Livre da Câmara Foto: Reprodução CMV

A presidente da Recoopera, cooperativa de reciclagem de Valinhos, Jane Azevedo, utilizou a tribuna da Câmara Municipal na sessão do dia 08 de maio, terça-feira, a convite do Vereador Henrique Conti (PV). Na ocasião, Jane fez um apelo à população e aos vereadores presentes a ajudarem na luta pela manutenção das atividades da única cooperativa da área na cidade.

Jane trabalha na cooperativa desde sua criação, há 15 anos, e disse depender da remuneração da atividade para a criação de seus três filhos. Além disto, ressaltou que a Recoopera possui uma marca estabelecida na cidade quando o assunto é a preservação ambiental, com a reciclagem de centenas de toneladas de material durante sua existência.

“Estamos desolados mais uma vez com o corte da permissão de uso, o que eu estou considerando pior do que o incêndio [de quatro anos atrás]”. Jane Azevedo

No dia 27 de abril, a Prefeitura de Valinhos retirou da Recoopera a permissão de uso de um barracão, de posse da municipalidade, no Bairro Santa Escolástica, onde a cooperativa realizava suas atividades. Na ocasião, os cooperados já reclamavam de supostas movimentações da gestão municipal para acabar com o trabalho que desenvolviam.

-publicidade-

No dia 04 de maio, em uma reunião no Paço Municipal, a Prefeitura apresentou uma proposta de contratação dos cooperados pela Corpus, empresa que realiza a coleta de lixo em Valinhos, porém os dirigente da cooperativa apresentaram uma contraproposta que mantinha as atividades da Recoopera, atendia às exigências da legislação sobre resíduos sólidos, e geraria menos custo à municipalidade, com a ampliação do quadro de cooperados. A Prefeitura ainda não respondeu à contraproposta.

Em sua fala na Câmara, Jane explicou que a contraproposta é mais benéfica à sociedade, por gerar menos custo à prefeitura, e pediu que os vereadores estudassem o texto, e que, se achassem que realmente seja viável economicamente, que ajudassem a pressionar o Prefeito Orestes Previtale (PSB) a aceitar a contraproposta.

Nesta semana, a Recoopera colocou no ar um abaixo-assinado online em que reivindica “que a Prefeitura Municipal de Valinhos cumpra com a legislação presente na Política Nacional de Resíduos Sólidos e Saneamento Básico e garanta prioridade à única Cooperativa de reciclagem em nosso município”, através da garantia de “um barracão para o pleno funcionamento da cooperativa” e de que “os resíduos sólidos vindos da Coleta Seletiva continuem a ser destinados a Cooperativa”. O abaixo-assinado pode ser acessado AQUI.

Entenda o caso:

Para a Recoopera, Prefeito de Valinhos quer acabar com a Cooperativa de Reciclagem

Prefeitura determina saída da Recoopera de barracão e prejudica trabalho de cooperados

Recoopera recusa proposta da Prefeitura e apresenta alternativa para manter cooperativa funcionando

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome