Municípios tiveram média de 22 crimes por dia, em janeiro, segundo a SSP.
Secretaria diz que polícias Civil e Militar estão atentas e realizam combate.

Os furtos e roubos de veículos cresceram 9,8% em sete cidades da Região Metropolitana (RMC) em janeiro, no comparativo com mesmo período do ano passado, segundo o governo do estado. Artur Nogueira, Campinas, Morungaba, Paulínia, Pedreira, Valinhos e Vinhedo tiveram juntas 655 crimes, média de 22 por dia, e neste mês houve recuperação de 304 – igual a 46% das unidades.

Campinas concentra a maioria das ocorrências: foram 307 furtos e 251 roubos de veículos, que aumentaram respectivamente 2,3% e 11% em relação a janeiro de 2016. Por outro lado, de acordo com a Secretaria de Segurança (SSP), houve localização de 275, o equivalente a 49,2%.

-publicidade-

O total de veículos recuperados em ações de segurança nas cidades, por outro lado, diminuiu 3,7% no intervalo considerado – foi de 316 unidades para 304, segundo o governo do estado. Neste grupo de cidades, Valinhos é a segunda com mais casos. Veja tabela abaixo.

Cidade Furtos e roubos de veículos em janeiro de 2016 Furtos e roubos de veículos em janeiro de 2017 Total de unidades recuperadas em janeiro de 2016 Total de unidades recuperadas em janeiro de 2017
Artur Nogueira 10 17 08 04
Campinas 526 558 273 275
Morungaba 0 01 0 0
Paulínia 18 22 19 06
Pedreira 16 17 03 04
Valinhos 22 33 09 08
Vinhedo 04 07 04 07
Total 596 655 316 304
Fonte: Secretaria da Segurança Pública do estado (SSP)


Áreas problemáticas

Segundo a Polícia Civil, as áreas mais críticas para roubos e furtos de motos em Campinas ficam no Centro – ruas Barão de Jaguara e Ferreira Penteado, e Avenida Doutor Thomaz Alves. A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) defende que elevou fiscalização sobre desmanches.

Em relação aos automóveis, os pontos mais críticos ficam nas regiões do Centro e Lagoa do Taquaral. A Polícia Militar, porém, defende que houve redução de crimes entre 2011 e 2016.

Considerando-se os 20 municípios da RMC, a quantidade total de furtos e roubos teve redução de 11,6% – passou de 1,2 mil para 1 mil. Entre as outras cidades desta área estão Americana, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Nova Odessa, Santa Bárbara d’Oeste, Santo Antonio de Posse e Sumaré.

O que será feito?
A assessoria da SSP informou, em nota, que as polícias Civil e Militar estão atentas aos roubos e furtos de veículos na região e, para combatê-los, “realizam diversas operações em oficinas e estacionamentos suspeitos, além de bloqueios policiais nos locais em que há maior incidência”.

Segundo a Secretaria, nas cidades mencionadas 4,7 mil pessoas foram presas em flagrante e houve 597 armas apreendidas durante o ano passado. “Em janeiro, foram 381 pessoas presas. A PM acompanha semanalmente os dados estatísticos para elaborar os planos de policiamento.”

Fonte: G1

Foto: Fernando Pacífico / G1

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome