-publicidade-

Interessados em participar podem comparecer no ponto de encontro ao lado do CAUE, domingo, às 8 horas 

O plantio acontecerá domingo (26) e está aberto para toda a população valinhense

Uma parceria entre a ONG Eco Vida Ambiental – EVA, a Fazenda Shangri-lá e o Instituto Chico Mendes proporcionará à Valinhos a plantação de mais de 150 mudas na região da Serra dos Cocais, na manhã do próximo domingo (26). A atividade do plantio, que acontecerá em um terreno da fazenda Shangri-lá, poderá contar com a participação coletiva de munícipes interessados.

-publicidade-

O evento faz parte do Global Simultaneous Planting (Plantio Simultâneo Global), um acontecimento mundial no qual diversas cidades de diferentes países realizam a prática do plantio de mudas em suas respectivas regiões.

No entanto, o dia exato para esta atividade foi 19 de março, data que originalmente estava marcada para acontecer o plantio em Valinhos. O evento foi adiado devido às fortes chuvas da noite do último sábado (18), que deixaram o acesso para o terreno, onde as mudas seriam plantadas, escorregadio. Por motivos de segurança, a atividade foi cancelada e reagendada para este domingo (26).

Impactos positivos

O plantio poderá proporcionar impactos ambientais positivos para a cidade. Com o crescimento das mudas, ocorrerá uma melhor capacidade do solo na absorção de água vinda das chuvas, o que levará ao abastecimento de lençóis freáticos e nascentes; aumento no fornecimento de oxigênio a partir do sequestro de gás carbono; despoluição do ar; queda nas temperaturas; além de proporcionar um corredor biológico, capaz de fornecer abrigo e alimentos para diferentes espécies de fauna e flora.

“Vale destacar a importância da Fazenda Shangri-lá. Poucos podem conhecê-la, mas trata-se de uma fazenda que produz água e se localiza aqui em Valinhos, na Serra dos Cocais”, disse o vereador Alécio.

De acordo com o técnico agrícola Juliano Fujita, as mudas que serão plantadas são de origem do bioma da Floresta Atlântico e pertencentes às espécies “clímax” e “pioneiras”. “As plantas pioneiras são as que crescem mais rápido em uma área devastada, e são responsáveis por gerar as sombras para as de espécies clímax conseguirem crescer”, disse Fujita.

O vereador Alécio Cau (PDT), membro da EVA e que esteve presente na fazenda para preparar o terreno para a plantação das mudas, reforçou a importância da atividade e destacou o papel da Shangri-lá para Valinhos, uma vez que a fazenda é responsável por produção de água. “Vale destacar a importância da Fazenda Shangri-lá. Poucos podem conhecê-la, mas trata-se de uma fazenda que produz água e se localiza aqui em Valinhos, na Serra dos Cocais”, disse Alécio.

O vereador também aposta na atividade como um momento de coletividade e de conscientização. “O plantio será importante porque irá estimular a consciência ecológica nos valinhenses, e podendo atingir, inclusive as crianças, que sempre gostam deste tipo de atividade”, afirma o vereador

Outras informações

Para os interessados em participar do plantio coletivo, o ponto de encontro que levará as pessoas à fazenda Shangri-lá será no estacionamento da Praça dos 500 anos, ao lado do antigo CAUE, na Av. dos Esportes. Recomenda-se de roupas leves, bonés, protetor solar e sapatos fechados.

Foto: Grupo de ativistas ambientais que participaram do plantio em 2016

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome