Valinhos conquista 13 medalhas na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas

0

Rede Municipal conseguiu uma medalha de ouro, uma de prata e 11 de bronze

A rede municipal de ensino de Valinhos foi destaque na 12ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). O município teve 13 alunos medalhistas (um ouro, uma prata e 11 bronzes), além de 46 menções honrosas e uma professora homenageada. No ano passado, a cidade conquistou quatro medalhas (um ouro e três bronzes).

A cerimônia de premiação foi realizada quarta-feira (28), na Coordenadoria de Desenvolvimento Cultural da Unicamp, para a entrega das medalhas de prata e bronze e certificados.

O secretário da Educação, Zeno Ruedell, parabenizou alunos, professores, gestores e familiares pelo brilhante desempenho alcançado pelas escolas municipais. “Isso mostra a qualidade do ensino oferecido nas nossas escolas e o empenho dos nossos alunos. Que essas medalhas sirvam de inspiração para todos”, destacou Ruedell.

O aluno Pedro Rebollo, da EMEB Jorge Bierrenbach de Castro, mais uma vez, trouxe o ouro para o município, assim como no ano passado. Em 2014, já havia conquistado bronze. Pedro receberá sua medalha em solenidade que acontecerá no Rio de Janeiro.

A medalha de prata foi conquistada pela aluna Sueanny Vanessa Brasil, da EMEB Horácio de Sales Cunha, e as 11 medalhas de bronze foram para Alicia Gabrielly da Silva, da EMEB Jerônymo Alves Corrêa; Ana Clara dos Anjos Flausino, da EMEB Jerônymo Alves Corrêa; Caio Vitor Gomes de Paula, da EMEB André Franco Montoro; Diego Agostinho Rosa, Nicole Garcia Camargo e Victor Pablo dos Santos, da EMEB Cecília Meireles; Leonardo Terreri Salomão, da EMEB Waldomiro Mayr; Leticia Gabriely Sampaio e Manuela Camila Queiroz, ambas da EMEB Jorge Bierrenbach de Castro; Murilo José Santos, da EMEB Luiz Antoniazzi; e Francisco Luiz do Nascimento, da EMEB Orestes Quércia. A professora homenageada foi Sueli Pelaio dos Santos, da EMEB Luiz Antoniazzi.

Segundo a Secretaria da Educação, todos os alunos medalhistas participam do Programa de Iniciação Científica (PIC), no qual recebem bolsa para aulas de aprofundamento em Matemática.

Em agosto, a Secretaria da Educação promoverá outra cerimônia para homenagear os alunos medalhistas e que receberam menções honrosas.

A edição deste ano teve número recorde de cidades participantes, com 5.544 municípios (99,6% do total). Dos quase 18 milhões de alunos inscritos na primeira fase, 501 conquistaram medalhas de ouro, 1.500 ganharam a prata e 4.501 ficaram com o bronze, além de mais de 42 mil menções honrosas.

A OBMEP foi criada em 2005 com o objetivo de estimular o ensino da matemática, revelar talentos e melhorar o ensino da disciplina. A competição é promovida com recursos do MCTIC e do Ministério da Educação e tem apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

Fonte: PMV




Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome