Verba de R$ 150 mil do governo do Estado garante compra de uma ambulância

0
O prefeito Orestes Previtale com o documento assaindo ao lado do deputado André Soares e dos vereadores Aldemar Veiga Junior e Rodrigo Toloi

Valinhos terá mais uma ambulância para transporte de pacientes.

O prefeito Oestes Previtale (PMDB) assinou, na última quinta-feira (26), um convênio com o governo do Estado no valor de R$ 150 mil para a compra de uma ambulância. A medida foi viabilizada por uma emenda parlamentar do deputado estadual André Soares (DEM).

A assinatura do documento ocorreu no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. “A importância [do veículo] é fundamental. Nós temos uma população de 120 mil habitantes. Sessenta por cento, pelo menos, é usuário do sistema público de saúde. A vinda desse novo transporte será um grande reforço para a nossa população, que usa de forma muito intensa o sistema público de saúde”, disse o prefeito.

Nos próximos dias será estabelecido o prazo para que o veículo esteja à disposição do Município. Alguns detalhes ainda precisam ser definidos, como por exemplo se haverá a liberação de recursos ou do próprio veículo.

A verba destinada ao município faz parte do 11º lote de convênios do ano do Governo do Estado com municípios e entidades paulistas, direcionados para diversas áreas, como saúde, desenvolvimento social e infraestrutura. Na assinatura do convênio, estiveram presentes ainda os vereadores de Valinhos, Aldemar Veiga (DEM)  Júnior e Rodrigo Toloi (DEM).

Atualmente o município conta com seis ambulâncias básicas, sendo três alugadas, e uma equipada para Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Em julho, o governo municipal reforçou a frota de ambulâncias com a locação de três veículos. “A regularização do atendimento pelo telefone 192 era uma das nossas prioridades. Encontramos a frota com cinco veículos parados e outros três rodando precariamente, com interrupções para conserto. Fizemos de tudo para manter o serviço funcionando razoavelmente”, disse o prefeito.

A opção pela locação foi pelo custo, que é menor, e garante ambulâncias sempre novas, sem a necessidade de arcar com seguros e manutenção dos veículos. Com o reforço no número de ambulâncias, a Secretaria da Saúde tem conseguido fazer a manutenção preventiva das ambulâncias, para melhor funcionamento do serviço.

O serviço de remoção 192 (24 horas) chega a realizar em média 30 atendimentos diariamente para transporte e remoção de pacientes em casos de urgências e emergências, encaminhamento para internação e exames em hospitais e clínicas.

192 – Para a melhor utilização do serviço de remoção por ambulâncias, é importante que, ao requisitá-lo pelo 192, a pessoa tenha a compreensão de responder a todas as perguntas feitas pela atendente, pois ela precisa dessas informações para fazer o encaminhamento adequado, de acordo com o quadro do paciente: ambulância básica ou UTI. “Em caso de simples remoção para consulta, por exemplo, é enviado apenas o motorista. Já em casos de pacientes acamados também vai a Enfermagem. E nos casos de urgência e emergência, dependendo do estado do paciente, a equipe poderá ser reforçada com o médico”, disse o secretário da Saúde, Nilton Tordin.

Fonte: PMV




Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome