No retorno a novidade: vereadores ficam de costas para o público.

Vereadores pedem reforço no Corpo de Bombeiros e revitalização de praças

Os vereadores aprovaram, na sessão desta terça-feira (7), por unanimidade, três moções que tiveram discussão no plenário: uma que solicita ao governo estadual reforço na estrutura do Corpo de Bombeiros em Valinhos e outras duas que pedem a revitalização de praças da cidade.

A necessidade de melhorias no Corpo de Bombeiros foi levantada pela vereadora Dalva Berto (MDB), que se disse preocupada com a falta de estrutura da corporação, que ficou evidente na última semana durante uma série de focos de incêndio na cidade. No documento, ela pede aumento do efetivo e na quantidade de viaturas. “Recentemente tivemos cinco bairros, no mesmo dia, praticamente no mesmo momento, com o fogo destruindo nosso meio ambiente (…) Enfrentamos não é de hoje essa deficiência [do Corpo de Bombeiros]. Espero que o governador atenda à nossa moção e que os deputados possam fazer gestão em cima disso. É uma questão de meio ambiente e de saúde”, discursou a vereadora.

A necessidade de conscientização da população para prevenir incêndios foi destacada pelo vereador Aguiar (PSDB). “Infelizmente essa situação se repete todo ano (…) Os incêndios são mais criminosos do que acidentais”, disse.

A prática indiscriminada de colocar fogo em matas e terrenos foi constatada pelo vereador Alécio Cau (PDT), que em discurso na tribuna afirmou ter observado um padrão no surgimento das queimadas. “Em geral as áreas que pegam fogo são sempre as mesmas, assim como também o período. Tendem a acontecer aos fins de semana e aos domingos no período da tarde”, pontuou. Além da questão ambiental, Alécio ressaltou que os incêndios também são problemas de saúde pública. “As crianças, os idosos, as pessoas que têm problemas respiratórios são os primeiros prejudicados, e isso gera gastos para o Poder Público quando essas pessoas utilizam os serviços de saúde”, afirmou.

O vereador Henrique Conti (PV) lembrou que existe lei, de sua autoria em parceria com o vereador Kiko Beloni (PSB), sancionada em 2015, que responsabiliza o proprietário que for negligente e contribuir para o surgimento de focos de incêndio. “Precisamos de um projeto de conscientização sim, mas na prática é difícil identificar quem colocou fogo. O proprietário tem que tomar providências”, discursou.

Revitalização de praças

 Os vereadores também cobraram durante a sessão a revitalização de praças da cidade. Duas delas, a Praça da Bíblia e a Praça Brasil 500 Anos, foram discutidas em moções propostas pelos vereadores Aguiar (PSDB) e Mauro Penido (PPS), respectivamente. Os dois parlamentares afirmaram que os espaços precisam de melhorias para favorecer o convívio da população e propiciar mais lazer e cultura. A líder do Governo na Câmara,  vereadora Dalva Berto, e o vereador Giba (ambos MDB) ressaltaram que a Prefeitura já iniciou força-tarefa para a revitalização de praças em diferentes regiões do município, com troca de lâmpadas, lixeiras e manutenção em brinquedos, calçadas e demais equipamentos públicos.

Fonte:CMV

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome