Os grupos Endireita Valinhos, Valinhos Conservador e São Paulo Conservador assinam a convocação de um ato em defesa do governo de Jair Bolsonaro para este domingo, dia 26, a partir das 8h, no Portão 2 da Festa do Figo, com destino ao Largo do Rosário em Campinas.

Com a popularidade em baixa, após as denúncias contra os filhos do presidente, a suspeita movimentação de dinheiro feita pelo motorista Queiróz e as polêmicas medidas anunciadas pelo governo, tais como, cortes no orçamento da educação, liberação de armas e a reforma da previdência, os apoiadores de Jair Bolsonaro ensaiam uma retomada das ruas.

Baixas nos grupos de apoio

A iniciativa é uma resposta às manifestações contra o governo na última quarta-feira, 15. O movimento, porém, não tem a adesão dos principais grupos que lideraram os atos pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff: Vem Pra Rua, Nas Ruas e MBL.

A deputada estadual Janaina Pascoal (PSL/SP), que foi uma das subscritoras do pedido de impedimento da Dilma, anunciou ser contra o ato, para ela, “se as ruas estiverem vazias, Bolsonaro perceberá que terá de parar de “fazer drama” para trabalhar.”Pelo amor de Deus, parem as convocações! Essas pessoas precisam de um choque de realidade. Não tem sentido quem está com o poder convocar manifestações! Raciocinem! Eu só peço o básico! Reflitam!”, escreveu no twitter.

O bolsonarismo em Valinhos

Os apoiadores do governo Bolsonaro em Valinhos esperam repetir a movimentação do período da eleição e gravitam em torno do PSL, partido do presidente, com os olhos voltados para as eleições municipais de 2020.

Em Valinhos, Jair Bolsonaro obteve 62,67% no primeiro turno e bateu o candidato do PT, Fernando Haddad, no segundo turno, por 77,26% contra 22,74% dos votos válidos.

Sem fazer referência às propostas do governo, um dos principais defensores do presidente nas redes sociais locais, Rafael Marques, afirma: “Não é direita contra esquerda. Não é rico contra pobre. É a população contra a corrupção.”

 

 

 

1 Comentário

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome