Os motoristas que trafegam pela Avenida Invernada, em Valinhos, devem ficar atentos para mudanças e interdições no trânsito a partir da próxima quinta-feira (dia 19). As medidas são necessárias para a realização o trabalho de canalização do Córrego Invernada, que deve reduzir de forma expressiva o registro de alagamentos e enchentes no local.

A obra é realizada pela Concessionária Rota das Bandeiras, empresa responsável pela administração do Corredor Dom Pedro de rodovias, e foi iniciada no final de junho com a instalação do canteiro de apoio aos trabalhadores. A expectativa da concessionária é de que as interdições sejam necessárias até outubro e as obras devem estar finalizadas em dezembro deste ano.

Todas as mudanças foram discutidas por técnicos da Rota das Bandeiras e representantes da Secretaria de Mobilidade Urbana de Valinhos, além de previamente informadas ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER), responsável pela avenida Dom Nery.

Uma das intervenções será a interdição do acesso da Avenida Invernada para a Avenida Dom Nery (SP-091), sentido Campinas, já a partir das 8h desta quinta-feira. Com isso, os motoristas que seguem para acessar a Dom Nery sentido Campinas devem continuar pela Avenida Invernada até a Avenida Onze de Agosto, de onde é possível entrar na Dom Nery, mas no sentido Valinhos. Em seguida, os motoristas devem fazer retorno duas vezes, utilizando as duas pétalas do dispositivo que faz a ligação da Dom Nery com a Avenida Invernada.

Durante os trabalhos, o acesso à rua Kamekichi Ohnuma também será bloqueado.

Outra mudança prevista é a interdição da faixa da direita na Avenida Invernada, para quem segue no sentido Shopping/Paiquerê, a partir da rua Antônio Sales Pupo. Por conta desta medida, o acesso às ruas Claudino Pereira e Antônio Carlos Russo ficará bloqueado. O motorista que quiser chegar a essas duas vias deverá utilizar a Rua Humberto Frediane.

“Essa é uma obra muito importante para Valinhos e que é aguardada há muitos anos. O impacto será muito positivo na questão das enchentes. Teremos alguns transtornos nesse período, mas tenho certeza de que o resultado vai compensar”, disse o prefeito Orestes Previtale (PSB).

“Nós sabemos que essas modificações no trânsito trazem impacto à rotina das pessoas que utilizam diariamente essas vias. Por conta disso, todos os passos foram discutidos e planejados junto à Secretaria de Mobilidade Urbana de Valinhos. Mesmo assim, as medidas são necessárias para a execução das obras e nós contamos com a compreensão de todos neste sentido”, analisa o engenheiro responsável pelos trabalhos, Rafael Pini.

O investimento da Concessionária nessa etapa das obras será de R$ 3,5 milhões. A segunda fase das obras prevê a execução de três travessias, uma no afluente do Córrego Invernada localizado na rua Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Mota e outras duas nos cruzamentos da avenida Invernada com as ruas Paulo Setúbal e Fioravante Menegaldo, além da canalização de 45 metros no trecho entre as ruas Paulo Setúbal e Fioravante Menegaldo e do rebaixamento do córrego em um trecho com 200 metros de extensão, a partir da rua Campos Salles, para permitir a vazão da água.

A previsão da Rota das Bandeiras é que essa etapa dos trabalhos será concluída em dezembro/2018. Nos trechos beneficiados, a expectativa da Concessionária é que os transtornos com alagamentos na região serão minimizados a partir da ampliação da capacidade de vazão do córrego.

Canalização do Córrego Invernada

A execução das obras de canalização do Córrego Invernada foi assumida pela Rota das Bandeiras com a concessão do Corredor Dom Pedro, em abril de 2009, após Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre a Dersa e o Ministério Público como compensação pelo passivo ambiental gerado pela construção do primeiro trecho do anel viário Magalhães Teixeira (SP-083), entre as rodovias D. Pedro I (SP-065) e Anhanguera (SP-330), em 2001.

A obra completa de canalização do Córrego Invernada contempla um trecho com 800 metros de extensão da avenida, entre o Clube Atlético Valinhense e a Unilever, além do afluente localizado na altura da rua Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Mota, com mais 200 metros de extensão. Em 2016, a Rota das Bandeiras já havia concluído a canalização de um trecho com 150 metros de extensão do Invernada, no trecho entre o Clube Atlético Valinhense e a alça de acesso para a avenida Onze de Agosto.

Após a conclusão desta segunda etapa das obras, a Rota das Bandeiras ainda executará uma terceira intervenção ao longo do Córrego, prevista para 2019, desde que cumpridos todos os prazos necessários para as remoções de interferências existentes, considerando especialmente as redes de água, energia e telefonia, bem como os planos de interdição do tráfego, que deverão ser implantados à medida que a obra avançar, e a execução de obras complementares por parte da Unilever, cujo cronograma vem sendo discutido entre a empresa e a Prefeitura de Valinhos.

Fonte: Prefeitura Municipal de Valinhos

Leia também:

Lei obriga empreendedores a contribuir com recursos financeiros para prevenir enchentes

Piscinões ecológicos podem contribuir para evitar enchentes

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome