A Associação das Bandas Jovens de Valinhos apresenta uma restruturação no quadro de associados, a novidade traz grandes ações para 2018.

A primeira restruturação foi o aumento de variedades de bandas e grupos musicais: Gambiarre (Rock Alternativo), Banda SP91 (Rock n Roll e Pop Rock), Vagale (Rock), Broove (MPB e Rock), Razit (Hardcore), Lima MC (Rap), Felipe FG, (Rap) Penido Mc (Rap), Crashing Chandler (Hardcore), Paralelo 38 (Rock), La Calle (Tributo Charlie Brown Junior), Aedan (Rock Nacional) e a Banda Nuancia (Grunge).

O projeto de teatro “Novamente” conta também com novidades, para o ano de 2018 serão montadas as peças “A Bela e a Fera” com direção de Thais Quadros e “O Pequeno Príncipe”, um espetáculo que contará com ações multiculturais, passando pelo palco a diversidade de dança, orquestra e arte cênica, além de exposição de Quadros, Desenhos e Artes Plásticas, todas voltadas para passar as mensagens que o livro tenta transmitir. A direção da peça será do Paulo Andrade e a curadoria dos jovens artistas da cidade.

A Copa das Bandas continuará no mesmo formato, com inscrições dos times interessados, o foco em arrecadações de alimentos para doação será mantido.

A grande novidade foi que os associados perceberam que a entidade deveria ter uma banda que a representasse, mas não uma banda associada e sim uma banda criada pela própria associação. E foi assim que surgiu a formação da banda “Cabeça de Bagre” Mamonas Assassinas Cover, formada pelos seguintes associados: Eduardo Serigioli, Fabio Casagrande, Higor Lima, Kaique Nallin e Lucas Vincoletto. Contando com uma equipe de trabalho integrada pelo: Designer Julio Fonseca, atriz Ana Julia Barbosa uma das idealizadoras da “Praça Nossa” em Valinhos e contando com a produção artística do Professor, Artista Plástico e Diretor Vanderlei Carneosso, tendo a Paixão de Cristo de Valinhos como um do seu mais notório trabalho.

Segundo Paulo de Andrade, a “Banda Cabeça de Bagre está prevista para subir oficialmente no palco no final do primeiro trimestre de 2018 para realizar arrecadação de chocolate com o intuito de doar para alguma instituição que faça campanha de Pascoa. O foco da banda será mantido em ações sociais e temos intenção de apresentar ela para a Câmara Temática da Cultura RMC (Região Metropolitana de Campinas), para que ela leve o nome de Valinhos para outras cidades.”

Saiba mais sobre a Bandas Jovens de Valinhos aqui: https://www.bandasjovens.org/

 

 




Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome