Sete volumes da primeira Bíblia, manuscrita por fiéis valinhenses, foram entregues para a Biblioteca Pública Dr. Mário Correa Lousada de Valinhos. O evento foi organizado pela Igreja do Nazareno e pastores da Ordem dos Ministros Evangélicos de Valinhos (OMEV), na noite de terça-feira (10), Dia da Bíblia. Cem voluntários levaram um ano para concluir os manuscritos.

A cerimônia aconteceu na Câmara Municipal, antes da sessão, com a presença do prefeito Orestes Previtale Júnior, da vice-prefeita Laís Helena, da presidente da Câmara, vereadora Dalva Berto, do secretário de Educação, professor Zeno Ruedell , dos pastores Anipis Spina, presidente da Igreja do Nazareno de Valinhos, Edmilson Gonçalves de Oliveira, coordenador da Escola Bíblica Dominical da Igreja do Nazareno e coordenador do projeto, e de vereadores.

O prefeito Orestes  disse que ficou surpreendido com a iniciativa dos voluntários, que trabalharam para escrever manualmente o Velho e o Novo Testamento. “Como cristão, é uma honra participar de uma solenidade que marca a celebração do Dia da Bíblia e, como prefeito, receber a doação desses exemplares manuscritos, que ficarão à disposição da população em nossa biblioteca. Quero parabenizar a Igreja do Nazareno e a Sociedade Bíblica por esse belo trabalho”, disse o prefeito.

A presidente da Câmara Dalva Berto também parabenizou os envolvidos no projeto e destacou a importância do Dia da Bíblia para todos os cristãos. “Para nós, é uma honra recebê-los aqui nesta data especial e participar desse ato em que nossa biblioteca recebe os exemplares da Bíblia manuscrita feita por valinhenses”, disse.

Segundo o pastor Anipis, a cerimônia foi realizada no dia 10, para marcar a presença da comunidade evangélica no Dia da Bíblia. “Foi um projeto gratificante que nós assumimos e, sob a orientação da Sociedade Bíblica do Brasil, conseguimos envolver cem voluntários que num prazo de um ano conseguiram cumprir a missão”, disse. O resultado final foram os sete volumes, seis do Antigo Testamento e um do Novo Testamento.

Além da Bíblia Manuscrita, que passa a fazer parte do acervo da Biblioteca Municipal, anos atrás a Sociedade Bíblica do Brasil e a OMEV doaram para a biblioteca uma Bíblia em braile, composta de diversos volumes e que pode ser consultada por qualquer cidadão.

Transcrição

Todo o trabalho de transcrever a Bíblia seguiu rigorosamente as normas estabelecidas pela Sociedade Bíblica, a começar pela versão utilizada por todos os cem voluntários, a edição revista e atualizada, visando a coerência no texto transcrito.

“O formulário, tamanho do papel, o tipo de caneta, a forma de fazer correção, todas essas regras foram seguidas para que houvesse coesão e uniformidade no trabalho que posteriormente passaria pelo processo de encadernação”, explicou o pastor Edmilson.

Ainda de acordo com o pastor, o projeto procurou envolver crianças, jovens e idosos, buscando dar oportunidade a todos de participar. Cada um, segundo ele, trabalhou conforme sua agenda permitia e a única exigência era o prazo de entrega.

 “Foi uma satisfação gigantesca assumir esse trabalho e agora, com ele concluído, deixar para a cidade um legado. Toda igreja, além de cuidar do lado espiritual e de seus membros, precisa deixar um legado”, finalizou.

Dia da Bíblia

A data surgiu em 1549, na Grã-Bretanha, quando o Bispo Cranmer incluiu no livro de orações do Rei Eduardo VI um dia especial para que a população intercedesse em favor da leitura do Livro Sagrado. A data escolhida foi o segundo domingo do Advento, celebrado nos quatro domingos que antecedem o Natal. Foi assim que o segundo domingo de dezembro tornou-se o Dia da Bíblia.

No Brasil, o Dia da Bíblia passou a ser celebrado em 1850, com a chegada, da Europa e dos Estados Unidos, dos primeiros missionários evangélicos. No período do Império, a liberdade religiosa aos cultos protestantes era muito restrita, o que impedia que se manifestassem publicamente.

Por volta de 1880, a situação foi se modificando e o movimento evangélico, juntamente com o Dia da Bíblia, se popularizou. Pouco a pouco, as diversas denominações evangélicas institucionalizaram a tradição do Dia da Bíblia, que ganhou ainda mais força com a fundação da Sociedade Bíblica do Brasil, em junho de 1948.

Fonte: PMV

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome