Rafael e Leilane se casam no sábado e os convidados acompanham ao vivo online.

É o caso do casal Leilane, bancária e Rafael, cabo da Polícia Militar, que resolveu adaptar o conceito , no dia 16 de maio utilizando como lugar paradisíaco um Castelo que fica em Vinhedo, de onde será feita uma cerimônia bem íntima, transmitida online.

Com a crise ocasionada pela COVID 19, muitos casamentos foram impactados e alguns começam a procurar formas virtuais de realizar a cerimônia mesmo durante a pandemia. Afinal, o que os noivos mais querem: a cerimônia de casamento ou a festa? O casamento a dois, chamado de Elopement Wedding, tendência fora do Brasil e até então pouco usada no país, começa a ganhar adeptos brasileiros, opção onde os casais buscam mais intimidade e não querem investir tanto na cerimônia, no protocolo com os convidados, na festa, priorizando outras coisas que para eles são mais importantes.

Nesse espírito, o casal Leilane e Rafael marcou o primeiro Elopement Wedding Online do Brasil para o dia 16 de maio, às 16h30, em um Castelo, em Vinhedo. As medidas de proteção contra o COVID 19 serão seguidas à risca. O ambiente será arejado, higienizado, com uma equipe pequena de produção, respeitando mais de 1,5m de distância uns dos outros, e os convidados online, vestidos a caráter, irão acompanhar de suas casas, via ZOOM (plataforma de reunião online) todos os momentos, onde apenas noivos e celebrante estarão no altar. Com direito a um brinde coletivo no final.

O casal encontrou no conceito a condição perfeita para não adiar mais os planos e decidiram manter o casamento planejado para o primeiro semestre de 2020, adotando as medidas de distanciamento e segurança. Para isso, eles e a festeira Marilene Paniczek utilizaram de criatividade, inovação e muita adaptação. No final das contas, o casal gostou da idéia. “Acreditamos que o formato até vai nos atender melhor do que o tradicional, já que a família não morava mesmo em Campinas”, disse a noiva, já conformada com a mudança.  

Devido às restrições impostas pela quarentena, eventos de todos os tipos foram cancelados e/ou adiados este ano. O setor de casamentos não foi diferente, com reajustes nas agendas para 2020 e 2021, muitas pessoas foram pegas de surpresa. Foi aí, que o espaço de casamento disputado na região, o Castelo dos Vinhais, decidiu fazer uma pesquisa, ouvir os clientes e inovar a partir dos feedbacks. A proposta foi transformar uma tendência que já é muito aceita lá fora em um produto virtual de alta qualidade para casais que queriam manter o que para eles era o ponto principal: a cerimônia, acompanhada dos pais ainda em vida, deixando outros protocolos de lado.  

O casamento online também agradou noivos que acharam melhor ter os custos reduzidos neste momento, mas queriam tornar a união uma realidade. Segundo Marilene Paziczek, CEO do Grupo Imagem, que administra o espaço, “além de exigir muita resiliência e união de todos também exigiu buscar novas soluções, diferentes e que no final continuasse a realizar o desejo de nossos clientes”.

Com habilidade, a festeira conseguiu alterar a data ou o formato de 74 casamentos, 90% de seus contratos, com apenas quatro cancelamentos de fato. Foi adotando uma postura empreendedora, de conselheira, que ela conseguiu adiar a maioria das datas e 14 casamentos optaram pelo novo conceito Elopement Wedding Online, a dois com convidados à distância . A solução foi tão bem aceita em tempos de adaptação, que quatro novos clientes já procuram o espaço para fechar contrato.   

Tem até casal optando por transmitir ao vivo pelo facebook dos noivos ou pelo canal do youtube, adotando um formato aberto, para quem queira participar. Tempos de mudança mesmo, desta forma está liberado o famoso “bicão” no casamento.  

 Neste sábado, dois telões serão montados, para transmitir o casamento para os amigos e as famílias do noivo e da noiva. Antes da Covid 19, este estilo de casamento era utilizado por um pequeno nicho de noivos, Elopement vem do termo “fugir”, um estilo de casamento romântico para sair do tradicional, mas que o noivo e a noiva escolhiam um destino bem bonito, para casarem sozinhos, de forma intimista, distantes de tudo, sem ter que dividir a atenção com todo o protocolo que um casamento exige, onde a única preocupação é estar juntos, conectados profundamente, num momento que pertence apenas aos dois.

Em tempos de Covid 19, o formato ganhou novas roupagens, além de medidas de segurança, higienização de ambientes, distanciamento das testemunhas, separadas por ambientes e o profissional de filmagem, adotando todas as medidas de segurança. Máscaras serão item obrigatório para todos e a temperatura será medida antes do evento.Tudo para garantir que os noivos consigam dividir esse momento especial com os convidados.

O evento traz também do conceito do Elopement, o cenário paradisíaco. Na parte mais alta do jardim está o Castelo Principal, integrado a um salão com lustres enormes e portas com vitrais personalizados que se abrem para uma sacada com vista para o lago. Na parte inferior, onde ocorrem às cerimônias ao ar livre, encontra-se outro castelo, menor, com deck suspenso sobre as águas do lago e cercado por árvores e plantas, como um clima de montanha, que nos períodos frios reforça um clima europeu.

A área conta ainda com detalhes, muralhas com mirantes de mais de 30 metros de altura e amplo bosque com cascata, pontes e riacho. Hoje, o castelo se destaca na realização de eventos privados e é destino de casamentos vindos de todo o Brasil, em busca do cenário para eternizar os sonhos inspirados pelo casal. Perfeito para esta situação em que estamos vivendo!

Fonte: www.confrariadainformacao.com.br

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome