A licitação para contratar a empresa responsável pela fiscalização eletrônica das vias públicas de Valinhos foi finalizada. A homologação da vencedora, o Consórcio Valinhos Vias, foi publicada nesta terça-feira (12) na Imprensa Oficial. O Consórcio vai operar 19 radares em pontos fixos, seis radares para controle de avanço em sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestres, quatro radares para avanços de sinal vermelho e velocidade e três lombadas eletrônicas.

Os locais ainda serão definidos, de acordo com critérios baseados em segurança no trânsito. O sistema de fiscalização eletrônica de Valinhos estava desativado há pouco mais de dois anos e vai voltar a operar em breve, de acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana. O Consórcio Valinhos Vias é formado pelas empresas Shempo Indústria e Comércio Eireli e Talentech Tecnologia Ltda.

“Os motoristas precisam ficar atentos porque, dentro de mais alguns dias, aqueles que forem flagrados avançando sinal vermelho, parando em faixa de pedestre ou abusando da velocidade serão autuados em consonância com o Código de Trânsito Brasileiro e perderão pontos na carteira”, explicou o secretário de Mobilidade Urbana, Mauro Haddad Andrino.

De acordo com o secretário, a retomada da fiscalização eletrônica trará, especialmente para os pedestres, mais segurança no trânsito. “O excesso de velocidade é também um dos pontos que mais nos preocupa e não há outro meio de reduzir o número de acidentes se não houver um sistema de fiscalização operante”, afirmou.

Segundo Andrino, o contrato de prestação de serviços com o vencedor da licitação será assinado nos próximos dias. O contrato prevê que  a empresa vai fornecer licenças de softwares e suporte técnico,  equipamentos, materiais e mão de obra. A transmissão de dados será online e automática, sem intervenção humana, em conformidade com as exigências do Código de Trânsito.

Após a assinatura do contrato, a empresa terá 20 dias para colocar os equipamentos em operação. Para o secretário de Mobilidade Urbana, os sistemas de fiscalização eletrônica do trânsito são a melhor forma de coibir o abuso e a imprudência de motoristas. “Depois de dois anos, estamos conseguindo retomar a operação desse sistema que favorece não apenas a segurança no trânsito, mas também a fluidez e traz benefícios diretos para todos os motoristas e pedestres”, disse.

Frota de Valinhos

Números do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) mostram que Valinhos tem hoje uma frota de 99.283 veículos, sendo 64.442 veículos de passeio, 65% da frota, e 12.698 motocicletas.

Veja também:

Não há nenhum radar ou lombada eletrônica em operação no município

 

 

 

 

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome