Dalva Berto (MDB), Presidente da Câmara de Vereadores de Valinhos

A presidente da Câmara, vereadora Dalva Berto (MDB), recebeu jornalistas na manhã desta quinta-feira (7), na Sala de Reuniões da Presidência, para anunciar medidas com o objetivo de ampliar a participação popular na Câmara. Na entrevista coletiva, ela informou que haverá mudanças no Regimento Interno da Casa de Leis, reestruturação administrativa e a implantação de mecanismos para tornar mais eficiente a comunicação entre Executivo, Legislativo e população.

Modernização do Regimento Interno

A presidente destacou que formará uma comissão com vereadores e servidores para a realização de um estudo para revisão do Regimento Interno, visando dinamizar as sessões e sintonizá-la com as novas tecnologias, redes sociais e com a nova forma de comunicação entre as pessoas. Na próxima semana, segundo ela, já será apresentada ao plenário uma proposta intermediária como uma ação de transição. A expectativa é que o trabalho completo fique pronto ainda no primeiro semestre. “As pessoas desejam que a Câmara seja mais dinâmica, e para isso, a atualização do Regimento Interno fará com que os parlamentares tenham mais oportunidade de debaterem os assuntos”, afirmou.

Credibilidade do Legislativo

Na entrevista, Dalva também defendeu o resgate da credibilidade do Poder Legislativo. “A gente precisa mostrar aquilo que a Câmara tem produzido (…) A Câmara não executa, mas promove, é a Casa do Povo, o lugar de debates, o lugar de ideias, de sugestões”, destacou a presidente, lembrando que nesta quinta-feira (7), às 17h30, terá início uma série de reuniões com secretários municipais para que eles falem sobre as ações de suas pastas. Essa iniciativa, segundo ela, dará respostas rápidas à população e auxiliará os vereadores.

Plano Diretor

Ao ser questionada sobre o Plano Diretor do Município, que deve ser encaminhado à Câmara em breve, Dalva Berto voltou a enfatizar que toda a tramitação será feita com o máximo de participação popular possível. “Dentro do que a lei permitir, vou proporcionar tudo: é a Câmara de portas abertas. Terão audiências, reunião, tudo de uma forma muito clara”.

“O Regimento Interno precisa ser atualizado”, diz a Presidenta da Câmara.

Veja abaixo o posicionamento da presidente Dalva Berto sobre os principais pontos tratados na entrevista:

1º) Mulher na Política: O fato de ser a única mulher a estar à frente do Legislativo entre as 20 cidades que compõem a RMC é um parâmetro de reflexão sobre qual é, de fato, o papel da mulher na política e como isto tem sido motivado e trabalhado. Há preconceito? Há pouca adesão? Temos inúmeros exemplos de empreendedoras de sucesso que tem muito a colaborar na gestão pública, gestão esta que deve ter uma nova roupagem, moderna, com inovação, agilidade, uso das novas mídias, proximidade com a população e discussão de temas de interesse coletivo, enfim, tempos novos, tempos de todos.

2º) Credibilidade da Câmara Municipal: o que passamos no país reflete em cada cidade deste Brasil. E Valinhos não é diferente. Mas cabe a nós, que trabalhamos como gestores públicos, mostrar através de ações, e não discursos, a importância do Legislativo. Aqui temos 17 vereadores que representam os 127 mil cidadãos valinhenses. Aqui a representatividade é até superior ao Executivo porque, neste espaço, todos os cidadãos valinhenses, independentemente da sigla partidária, tem em seus vereadores as representações de trabalho. E somos cobrados por isso. E devemos dar respostas, rápidas, com espaços para debates, projetos de envergadura de desenvolvimento, fiscalizar e projetar caminhos para a construção de um novo tempo para Valinhos.

3º) Inovação no Regimento Interno: O Regimento Interno precisa ser atualizado. Deve estar em sintonia com a nova forma de comunicação entre as pessoas, as novas tecnologias, as redes sociais, enfim, com a evolução natural que se estabelece na sociedade. O que hoje existe, e deve ser respeitado, foi projetado para aquele momento do passado, mas não cabe mais. Deve ser um regimento que permita espaço de debates, de apresentação de propostas, valorizando o trabalho do vereador, das suas prerrogativas de fiscalizar, requerer, indicar, projetar, enfim, trabalhar por Valinhos.

4º) Prestação de Contas do Executivo:  Já criamos um calendário, que apresentamos ontem, que será seguido para a apresentação das ações do Executivo aqui na Câmara Municipal, com a presença dos secretários, que são agentes políticos, e técnicos das pastas, para tirar dúvidas, prestar contas do que tem sido feito com os recursos públicos, enfim, transparência e diálogo. É um dever do gestor público prestar contas e criamos este canal com esta finalidade; é mensal, periódico, e com o propósito único de contribuir com a população para participar e opinar sobre as ações que vem sendo executadas em Valinhos.

5º) Reestruturação Administrativa: vamos caminhar uma proposta que tenha, de um lado, a obediência aos preceitos legais e constitucionais e, do outro, sintonia com o que defendemos na gestão pública: rapidez, inovação, corte de privilégios, austeridade e valorização do trabalho do vereador e da vereadora. É aqui em Valinhos, para os valinhenses, que lutamos para mudar nossa cidade, nosso Estado e nosso Brasil. Sou defensora do município sim, porque é aqui que o cidadão vive e trabalha.

6º) Comunicação Pública: Vamos ampliar as ações internas de comunicação e maximizar o uso da TV Câmara e ações nas redes sociais. Vamos investir na tecnologia como aliada,  e em aplicativos e outras ações que permitam acompanhar e discutir ações em prol de Valinhos.

Fonte: CMV

 

1 Comentário

  1. O discurso é ótimo. Enquanto não tivermos um Poder Legislativo verdadeiramente independente nada mudará. Será apenas discurso. O Plano Diretor mostrará se a nobre vereadora está realmente decidida a ouvir e atender a população Valinhense. Porque só ouvir não resolve nada. O tempo dirá.

Deixe uma resposta para Antonio Carlos Panunto Cancelar comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome