Antigo ponto de ônibus fica inútil e usuários improvisam banco com tijolos.

Passados mais de sessenta dias após a liberação da segunda pista da Avenida Joaquim Alves Correa, através da instalação provisória de uma rotatória no local, os usuários do transporte coletivo daquela região continuam sem um abrigo e têm que se virar com o poste que virou ponto de ônibus.

O antigo ponto de ônibus, que é coberto, permanece na avenida no sentido Vinhedo, porém, sem utilidade, pois fica do lado oposto ao da circulação dos coletivos. Segundo alguns usuários, a opção é ficar sob a cobertura e correr para o outro lado quando o ônibus surge no alto da avenida.

Alguns moradores improvisaram um “banco” de tijolos ao lado do poste que contém a placa de parada de ônibus.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, a duplicação da Avenida Joaquim Alves Correa teve início na gestão anterior e a obra foi abandonada pela empresa. Uma nova licitação está em andamento para que o projeto de duplicação seja concluído, inclusive para a construção de uma ponte sobre o ribeirão.

O poste virou novo ponto de ônibus enquanto o antigo permanece sem utilidade na avenida
Passados 60 dias, tubos de cimento permanecem na pista.
O jeito foi juntar alguns tijolos para servir de banco na espera do ônibus.

Veja também:

Sem dinheiro para fazer ponte, Prefeitura faz gambiarra na Avenida Joaquim Alves Correa

 

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome