Servidores municipais fazem ato de protesto em frente à Prefeitura de Valinhos

O Prefeito, por sua vez, disse em entrevista na semana passada, que nada pode fazer além de cumprir a ordem judicial e recorrer da decisão

Os servidores municipais concursados da Prefeitura de Valinhos fazem nesta segunda-feira (27) um novo ato de protesto em frente ao Paço Municipal.

Indignados com a anunciada perda de 10 a 20% nos salários, em decorrência  de  uma decisão da justiça que determinou a suspensão do pagamento do adicional de estímulo, os funcionários da Prefeitura de Valinhos já realizaram uma assembleia de protestos na semana passada na Câmara Municipal.

“é inacreditável que um juiz que ganha auxílio moradia mande cortar a remuneração dos funcionários públicos que já ganham pouco”.

Segundo um dos servidores, “é inacreditável que um juiz que ganha auxílio moradia mande cortar a remuneração dos funcionários públicos que já ganham pouco”.

O Prefeito, por sua vez, disse em entrevista na semana passada, que nada pode fazer além de cumprir a ordem judicial e recorrer da decisão, salientando que os cortes já irão ocorrer na próxima folha de pagamento, inclusive para os aposentados.

A situação de revolta é tamanha que os trabalhadores da prefeitura podem decretar estado de greve a partir desta semana, como forma de cobrar do Prefeito Orestes Previtale (PSB) uma solução para o problema.

Veja também:

Indignados, servidores municipais de Valinhos fazem assembleia hoje na Câmara Municipal

 

 

 

 

1 Comentário

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome