O Grupo Técnico de Vigilância Epidemiológica de Campinas, do governo do Estado de São Paulo, comunicou na quinta-feira (9) que vai suspender o envio dos exames de casos suspeitos de dengue da Rede Municipal de Saúde de Valinhos para análises de sorologia no Instituto Adolfo Lutz.  Com a suspensão dos exames, a cidade vai registrar como confirmado todos os casos suspeitos de dengue, já que deixará de ser feita a confirmação laboratorial.

A suspensão ocorreu após a avaliação dos critérios epidemiológicos descritos nas Diretrizes de Prevenção e Controle das Arboviroses Urbanas no Estado de São Paulo. Um dos critérios adotados pelo Estado é que a sorologia pode ser suspensa quando os casos notificados ultrapassarem 150 para cada 100 mil habitantes. No último relatório divulgado pela Vigilância Epidemiológica, a cidade registrou 221 notificações.

Segundo o comunicado, só serão aceitas pelo Instituto Adolfo Lutz, amostras para sorologia de pacientes graves e óbitos suspeitos da doença. A partir da suspensão, as confirmações serão feitas somente pela análise clínica e epidemiológica  “Como os casos não passarão por um exame sorológico, é bem provável que o número cresça, já que as análises serão baseadas apenas nos sintomas apresentados pelos pacientes e pelo local provável de infecção”, disse a diretora de Divisão de Vigilância Epidemiológica, Claudia Maria dos Santos.

Segundo Claudia, a rede particular, como a Santa Casa de Valinhos e o Hospital Galileo, continuam fazendo o teste sorológico de dengue para os pacientes que possuem convênio médico. A Santa Casa também vai fazer os testes de pacientes SUS que estejam internados.

Registros

Valinhos confirmou um novo caso de dengue, ampliando para 37 o número de moradores contaminados pela doença, segundo relatório divulgado nesta segunda-feira (13) pela Vigilância Epidemiológica Municipal. Dos 37 casos positivos, 26 são autóctones, contraídos no próprio Município, e 11 importados, de moradores que foram contaminados em outras cidades.

Segundo o balanço da Vigilância, 40 casos investigados deram negativo e 120 aguardam resultado. Não há previsão de quando esses resultados serão divulgados, uma vez que a sorologia está suspensa desde a semana passada. Outros 24 casos positivos foram confirmados na cidade, mas os moradores são de Vinhedo, Campinas, Louveira e São Paulo. No total, são 221 notificações. Todos os pacientes contaminados estão bem e não tiveram complicações no quadro clínico.

Para prevenir o avanço da doença, a população precisa colaborar com atitudes do dia a dia que ajudam no combate à dengue, como:

– Mantenha bem tampado tonéis, caixas e barris de água
– Remova galhos e folhas de calhas
– Lave semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água
– Coloque lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas
– Mantenha caixas d’agua bem fechadas
– Não deixe água acumulada sobre a laje
– Tampe os ralos da sua casa
– Limpe sempre a bandeja do ar condicionado
– Limpe regularmente piscina e a mantenha coberta quando não estiver usando
– Elimine pratos de vasos para que a água escorra livremente
– Tenha preferência por plantas que não acumulem água
– Não deixe material inservível ou brinquedos jogados ao relento

Para mais informações, entre em contato com o Centro de Combate às Endemias de Valinhos pelos telefones 3869-8409 e 3869-8655 ou com a Vigilância Epidemiológica através dos números 3829-5676, 3829-5681 e 3829-5680.

Casos autóctones:
1 caso do Jardim dos Manacás
2 casos do Ana Carolina
1 caso do Jardim Pinheiros
2 casos do Bom Retiro
1 caso do Alto da Colina
2 casos do Novo Horizonte
3 casos do Boa Esperança
2 casos do São Marcos
1 caso do Jardim Imperial
1 caso da Chácara das Nações
1 caso do Bela Vista
2 casos do Nova Palmares
1 caso do Jardim Santa Rosa
2 casos do Roncaglia
1 caso do Jardim Paraíso
1 caso do Santo Antônio
1 caso do Alto da Boa Vista
1 caso em bairro sendo investigado

Casos importados:
1 caso de Ituverava. Morador é do bairro Jardim Alto da Colina
3 casos de Bauru. Moradores são dos bairros Jardim das Palmeiras e Monte Verde
1 caso de Sumaré. Morador é do bairro São Bento do Recreio
1 caso da Bahia. Morador é do Country Club
1 caso da Colômbia. Morador do Bairro Contendas
1 caso de São Paulo. Morador da Chácara Silvânia
1 caso de Vinhedo. Morador é do Parque das Colinas
1 caso de Campo Grande/MT. Morador é do Santa Gertrudes
1 caso de Caraguatatuba. Morador é do bairro Jardim Pinheiros

Fonte: PMV

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome