Thammy Miranda e Andressa Ferreira com o filho, Bento (Foto: Reprodução/Instagram)

Por Marcelo Yoshida

Há alguns dias, as pessoas se encontram em polvorosa na internet com o anúncio de uma empresa que resolveu contratar um homem trans para fazer propaganda sobre o dia dos pais. Muitas postagens, comentários, mensagens de apoio e de ódio.

A questão, na realidade, é uma falsa polêmica, pois nitidamente um HOMEM trans é um HOMEM, portanto pode ser pai. Todavia, aparentemente, nem todos, todas e todes estão em 2020, século XXI.

O anúncio repercutiu negativamente para aqueles que ainda confundem sexo de nascimento com identidade de gênero. Me pergunto se ainda acreditam na mesma coisa que a nossa excelentíssima ministra da Mulher e dos Direitos Humanos disse: “menino veste azul e menina veste rosa”(SIC).

O sexo de nascimento não está, necessariamente, relacionado a como a pessoa se identifica. Argumentos como “não tem o órgão reprodutor então não é homem” (SIC) tiveram pretensamente o ar de científico em que as pessoas alegavam ao final: “isso é fato, é ciência!” (SIC).

A partir desses argumentos, podemos perceber duas coisas: 1 – as pessoas não sabem o que é ciência e 2- as pessoas acham que a presença do órgão é o que define a identidade e é o que define uma série de papeis sociais, e aí incluído, o papel de pai. Sobre essa segunda questão, vamos imaginar que um homem cis (que nasceu com o órgão sexual masculino e que se identifica como homem) perdeu o pênis por algum motivo. Esse fato fará com que ele deixe de ser homem? Vamos imaginar ainda que outro homem cis não consiga reproduzir. Ele deixa de ser homem?

Apesar das perguntas serem retóricas, vale reforçar: não, não deixa de ser homem. Numa sociedade em que há mais de 5,5 milhões de crianças sem o nome do genitor no registro de nascimento; em que os homens cis acham que é um favor quando lavam louça ou quando trocam a fralda do bebê; em que homens cis violentam psicologicamente e fisicamente mulheres e esposas e filhas dizendo o que podem e o que não podem fazer, na verdade, as postagens de ódio surpreenderam um total de zero pessoas.

“Ah, mas nem todo homem é assim!” Não, não é. Mas convenhamos que os dados não são muito favoráveis, não é mesmo? Existem homens que são bons pais, bons maridos, bons parceiros, no entanto a questão não é essa.

Dizer que um homem trans não pode ser pai é um discurso de ódio, porque, a fim e ao cabo, nega as possibilidades de existência e experiência dessa população. Invalida a humanidade e os direitos. Desnaturaliza. Exclui de qualquer possibilidade de ser tão gente como a gente. Invisibiliza.

O Brasil é o país que mais mata pessoas trans no MUNDO, fazendo com que a expectativa de vida seja 35 anos de idade, cerca de metade da média da população. No entanto é, curiosamente, o país que mais se consome pornografia trans no MUNDO. Fica a reflexão…

O Brasil não é o país da liberdade, da receptividade, em que as pessoas vivem alegres e felizes. Pelo menos não para a população LGBTQIA+, especialmente as pessoas trans.

A importância da propaganda não é a pessoa em si. É a representatividade. É se fazer presente. É anunciar que não há recuo para essa questão, doa a quem doer. Para aqueles que publicaram e reagiram positivamente: estamos juntos! Pessoas LGBTQIA+, héteros, todos são bem vindos na luta por uma sociedade mais diversa, respeitosa e amorosa. Não estamos sozinhos!

Fontes:

Brasil lidera ranking mundial de assassinatos de transexuais

Como o Brasil se tornou líder no consumo e produção de pornô transexual…

ASSASSINATOS DE PESSOAS TRANS VOLTAM A SUBIR EM 2020

Instituto Brasileiro de Direito de Família

Marcelo Yoshida

Professor de História da rede municipal de Valinhos, fundador e coordenador do Cursinho Popular Contexto, membro da Comissão da Diversidade Sexual e de Gênero da OAB Valinhos/SP, membro do Espaço Cultural Luis Ferreira.

3 Comentários

  1. Parabens,mais um grande gol marcado com esse texto, chutando o saco e o pau escroto dos homofóbicos.Os tais machos reprodutores ,sao os que reprimem seus desejos e descarregam suas frustracoes, com esse tipo de agressão e violencio

    De novo, VAO TODOS LÁ PRA LAPA

  2. Poxa não é uma discurso de ódio não ea realidade uai se ela é mulher como ela vai ser pai brinca não se fosse assim não existia pai e nem mãe uai se ela se relacionar com um homem e engravida que, eo pai ela ? As vezes as pessoas vem com essas idéias de que a discurso de ódio não entendi de direitos humanos e Mimimi mais esquece da realidade não tem como ela ser pai velho pelo simples fato dela não poder colocar o pênis pra dentro e deixa seus esperma lá não é questão de ser essa ea função do pai ea mãe tem a sua o fato de ela parece homem não muda em nada ela não tem um pênis pra coloca seus espermas pra mãe pode gerar um filho essa ea questão ser pai não é só parece homem da amor e carinho paga as contas não pra vc ser pai primeiro se tem que mete a pirocá na vacina solta os espermas pq se vc não fazer isso vc não é pai não adianta vim com esse papo a pai e que cria pai e isso é aquilo se vc não fazer isso vc não vai ser pai , a pessoa ser homossexual e normal td bem mais fala que uma mulher e pai não tem lógica, muitas mulheres fazem papel de pai como muitos homens fazem papel de mãe e por esse fato não muda que pai e pai eo homem e mãe ea mulher ea realidade hj em dia todos queremita distorce a realidade ae ja e dmais não? Vamos ser sinceros e transparente tudo bem ter pessoas que gostam de outras do mesmo sexos mais querer fala que uma mulher pode ser pai só pq ela tem aparencia de homem e agi como tão e errado pq essa não é a verdade me desculpa mais a realidade é essa nada contra os homens sexual e tbm não tô fazendo nenhum discurso de ódio e só a realidade é por esse simples fato ela não pode representar todos os pais do Brasil pois na realidade ela não é pai ela é mãe!

  3. equivocado! genitor feminino(mae) não herda paternidade(pai) do filho. ou seja, vens com preconceitos?? preconceitos é tese, ideias, conceitos sem fundamentos ou bases na ciência, filosofia, crença. religiao, sociedade, entre varios outros ramos. ta ficando louco?

Deixe uma resposta para diego Cancelar comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome