Em comunicado pelas redes sociais, prefeito reconhece que decreto estadual de quarentena se sobrepõe a medida municipal.

O prefeito de Indaiatuba (SP) anunciou neste domingo (19) a suspensão do decreto que flexibilizava o funcionamento do comércio na cidade – a medida havia entrado em vigor na sexta-feira (17). Em transmissão pelas redes sociais, Nilson Gaspar (MDB) disse que, após receber a determinação do Estado para rever a decisão e analisar o entendimento do Ministério Público em outras cidades que tomaram atitudes semelhantes, decidiu, “por cautela”, suspender a liberação.

“Houve o entendimento que o decreto estadual é superior a determinação municipal e, se a gente insistir, pode ser responsabilizado civil e criminalmente por isso. Quero pedir a compreensão de todos. Estamos perdendo uma batalha, mas não perdemos a guerra. Vou, de uma forma ou de outra buscar uma saída para tudo isso”, disse.

Ao anunciar a mudança, o chefe do Executivo pediu união da população e a recomendação para que os que precisam sair de casa, o façam com máscaras.

A cidade tem 30 casos confirmados e dois óbitos. Além disso, há 105 casos e 13 pessoas internadas, sendo 6 delas em estado grave, na UTI.

Mortes por Covid-19 em Indaiatuba

  • 13/04: Mulher, 50 anos, apresentava comorbidade.
  • 18/04: Mulher, 52 anos, sem comorbidade.

No primeiro dia de validade do decreto que flexibilizou o funcionamento do comércio, Indaiatuba registrou redução no nível de isolamento social, segundo o Sistema de Monitoramento Inteligente do Estado. O índice caiu de 51% para 49%.

Fonte: G1

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome