O Presidente do CNDH –  Conselho Nacional de Direitos Humanos, Léo Pinho, que reside em Valinhos, escapou ileso do capotamento do veículo em que viajava na região de Altamira, no Estado do Pará, no norte do Brasil.

O Pé de Figo fez contato com Léo, que nos relatou o seguinte:

“Estávamos vindo da Comunidade Juruna, onde fizemos reunião com os indígenas, sobre os impactos das usinas de Belo Monte e Belo Sun. Um dos problemas citados era, justamente, a questão do acesso. Estradas em péssimas condições. Nos dirigíamos para o Município de Anapu para ouvir outras comunidades ribeirinhas, então sentimos na pele a situação das estradas. A sorte é que estávamos todos com o cinto de segurança, e ninguém se feriu”, concluiu.

Léo Pinho estava na picape junto com membros do Ministério Público Estadual e da Defensoria Pública e ficaram sem comunicação e foram socorridos por indígenas da região e, apesar de todo amassado, o veículo ainda os conduziu até a cidade de Altamira onde se dirigiram para a sede do Ministério Público do local.

Altamira é um município brasileiro localizado no estado do Pará, na Região Norte do país. Sua população estimada em 2018 era de 113 195 habitantes. Com uma área de 159 533,328 km², segundo o IBGE em 2017, posiciona-se como o município mais extenso do Brasil

 

 

 

 

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome