A sessão “Põe no Pé de Figo” recebeu nesta quarta-feira (21), através de e-mail, reclamação de um motorista que afirma ter levado 55 minutos para percorrer 300 metros de via na Avenida Invernada.

Confira a íntegra da mensagem do usuário:

“Bom dia! Gostaria do apoio do grupo Pé de Figo em fazer uma reportagem sobre a canalização do Córrego Invernada em Valinhos, de responsabilidade da Rota das Bandeiras, em curso há mais de 2 meses, com previsão de durar mais 6 meses.

Sei que transtorno no trânsito é inevitável, porém o que presencio todos os dias de manhã e ao final da tarde, principalmente, é um descaso total com o cidadão.

Interdições equivocadas, além do necessário, com obstrução em demasia, semáforos piscantes, sem nenhum acompanhamento de fiscalização de trânsito. Hoje pela manhã, às 7 horas, para percorrer 300 metros de via, gastei 55 minutos.

Liguei na Secretaria de Mobilidade Urbana da Prefeitura de Valinhos e me disseram que toda a fiscalização é de responsabilidade da Rota das Bandeiras e me passaram o telefone 0800. Liguei lá, e a Rota das Bandeira me disse o contrário, ou seja DANE-SE o CIDADÃO, cada um faz o que quer. ISSO É UMA VERGONHA!

Depois liguei na ouvidoria, prometeram verificar junto ao (i) responsável da obra. (Protocolo nº 595218)

Gostaria imensamente desse apoio, na ajuda ao cidadão. Muito obrigado.”

Prefeitura pede calma aos motoristas

“Nós sabemos que a modificação no trânsito traz incômodo para as pessoas que passam pela região, mas o bloqueio é fundamental para a continuidade das obras que trarão um grande benefício para a cidade de Valinhos”, explicou o engenheiro responsável pelas obras, Rodrigo Lemos, ao comunicar a interdição de trechos na avenida.

Já  para o prefeito Orestes Previtale (PSB), os motoristas precisam ter calma e paciência, pois a realização destas obras é aguardada pela população há pelo menos 25 anos. “O resultado disso será benéfico para todos, especialmente para que tem comércio e empresas nesta região e que sofriam prejuízos todos os anos com as enchentes”, disse.

 

 

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome