Ângela Giardelli (esquerda) com Josefina Palácio e o Diretor de Turismo Luiz Gustavo Previtali.
-publicidade-

O Secretário de Esportes, Big, assume a pasta temporariamente

A Imprensa Oficial da Prefeitura de Valinhos desta terça-feira (06) traz  a exoneração da Secretária da Cultura e Turismo, Ângela Giardelli (PV).

A oficialização  confirma os rumores de sua saída da Secretaria que já vinham circulando desde a última quinta-feira (01), quando Ângela se reuniu com Orestes Previtale (MDB) por volta das 17h, no gabinete do prefeito.

-publicidade-

Em seu lugar, assume interinamente o Secretário de Esportes e Lazer, Rodrigo Paulo Ribeiro, mais conhecido como Big, que irá acumular as duas funções.

A indicação do nome de Ângela, que é Presidente do Partido Verde de Valinhos, sempre foi muito criticada por artistas da cidade antes mesmo que a advogada tomasse posse, em janeiro de 2017, por não ter qualquer histórico de estudo ou trabalho com a cultura, sendo uma escolha estritamente política.

Sua provável saída da Secretaria da Cultura já vinha sendo ventilada desde o final do ano passado. Desgastada pela má relação com importantes artistas e associações culturais da cidade, Ângela teve que lidar com diversas manifestações públicas contra sua gestão durante o Festival de Artes, principal evento do calendário cultural da Secretaria, por parte de funcionários da própria pasta, e de alunos e pais de alunos do Centro Cultural ‘Vicente Musseli’. Conforme noticiado pelo Pé de Figo, em janeiro de 2018 a Associação Cultural e Artística de Valinhos – ACAV, formada por pais de alunos do Centro Cultural chegou a pedir publicamente sua exoneração.

A notícia de janeiro também trazia a informação de que Orestes e sua vice, Laís Helena (MDB), já haviam recebido diversas reclamações e acusações de assédio moral por parte da então Secretária contra seus funcionários, o que teria levado o Prefeito a fazer uma reunião com os representantes do PV na Câmara, Henrique Conti e Luiz Mayr Neto, além do ex-vereador do mesmo partido, Pedro Damiano.

A troca no comando da pasta acontece num momento crucial para a Secretaria de Cultura e Turismo, em que se iniciam os ensaios da Paixão de Cristo, as aulas do Centro Cultural, e o processo de criação da Orquestra Jazz Sinfônica.

Um sintoma de que algo não corria bem com o seu cargo foi a sua ausência no palanque principal da abertura da Festa do Figo 2018, evento em que ela foi responsável pela organização do Memorial Roque Palácio.

Por diversas vezes o Pé de Figo buscou, diretamente com a ex-secretária,  informações sobre as especulações sobre sua possível saída e quais as implicações dela decorrentes, sempre com a negativa enfática.

 

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome