Foto: Vinicius Oliveira

Mídias locais e regionais chegaram a confirmar que a tarifa seria de R$, 4,70

Conforme o Pé de Figo noticiou no início da semana, embora o Conselho Municipal de Transportes Coletivos, em reunião no dia 11/01, tenha acatado o pedido da empresa concessionária dos serviços de transporte coletivos, Sou Valinhos, para um reajuste de 24%, o que elevaria o valor da tarifa de ônibus para R$ 4,71, a decisão final caberia ao prefeito Orestes Previtale (MDB).

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, o Prefeito não aceitou a deliberação do CMTC e, pessoalmente, negociou com a empresa concessionária a fixação do novo valor em R$ 4,20, um reajuste de 10,5%, com a justificativa de que a crise econômica sobrecarrega, principalmente, as pessoas que utilizam o transporte coletivo.

Veículos da imprensa local e regional chegaram a confirmar que o novo valor seria de R$ 4,70, igual ao de Campinas, e que a Prefeitura de Valinhos teria emitido uma nota justificando que tal reajuste era necessário tendo em vista que a tarifa estava sem aumento há quase dois anos e neste período aconteceram elevação de preços dos combustíveis.

Ainda de acordo com a assessoria de imprensa, o Decreto baixado pelo Prefeito oficializando a tarifa de R$ 4,20, para vigorar a partir de 1º fevereiro, será publicado na edição desta 6a feira (19) do Boletim Municipal Oficial.

Leia também: Conselho aprova e, se Orestes autorizar, ônibus pode ir a R$4,71




Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome