A Prefeitura de Valinhos promove capacitação dos profissionais da Assistência Social para integrar o Município ao Programa Cultura da Paz, que busca prevenção, resolução de conflitos e desenvolvimento de cultura cotidiana baseada na solidariedade e no diálogo. Curso sobre o tema foi realizado no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Jardim São Marcos, na sexta-feira (26), para 25 profissionais da rede municipal. A palestra foi coordenada por Márcia Andrade de Souza, do Senac.

Segundo a secretária de Assistência Social, Dulce Maria de Paula Souza, a capacitação reuniu profissionais de assistência social e psicologia de todas as unidades da Secretaria, que trabalham no atendimento a pessoas em situação de vulnerabilidade social. A rede inclui quatro CRAS, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), o Centro de Convivência do Idoso (CCI), o Centro Dia Idoso (CDI) e o Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS).

Dulce destacou que a proposta do Programa Cultura da Paz é produtiva e precisa ser aplicada na Rede Municipal de Assistência Social. “Nossos profissionais aproveitaram muito, vivenciaram exercícios e tomaram conhecimento de como se pode mudar as relações a partir da postura profissional. Foi abordada a importância da educação emocional e da compreensão de que o estresse é uma ameaça em potencial e que precisa ser enfrentada”, resumiu a secretária.

O Programa

O Programa Cultura de Paz está relacionado à prevenção e à resolução de conflitos. É uma cultura baseada em tolerância, solidariedade e compartilhamento em base cotidiana, que respeita todos os direitos individuais, o princípio do pluralismo, assegura e sustenta a liberdade de opinião.

Com a proposta de resolver problemas com diálogo, da negociação e da mediação, o Cultura da Paz busca sensibilizar e fomentar a convivência pacífica e produtiva em todas as unidades de uma determinada rede. O objetivo é desenvolver funcionários para uma convivência produtiva e tranquila, e para que sejam capazes de enxergar oportunidades de aprendizagem nos conflitos que surgirem.

Fonte: PMV

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome