Após a notícia de que a Santa Casa de Valinhos registrou o atendimento de um bebê de Campinas com diagnóstico de sarampo confirmado, a Prefeitura de Valinhos emitiu uma Nota de Esclarecimento para salientar que “embora as crianças tenham sido atendidas em hospitais de Valinhos, os casos não entram na estatística do Município.”

Veja na íntegra a nota da Prefeitura;

Nota de Esclarecimento 

A Prefeitura de Valinhos divulgou dois novos casos de sarampo na cidade, confirmados nos últimos dez dias, de dois bebês moradores de Campinas. Entretanto, segundo a Vigilância Epidemiológica, embora as crianças, ambas de 1 ano de idade, tenham sido atendidas em hospitais de Valinhos, os casos não entram na estatística do Município, justamente porque os pacientes residem em outra cidade. Com isso, Valinhos tem apenas dois casos de sarampo confirmados, de moradores da cidade.

Os dois primeiros casos de sarampo em Valinhos foram confirmados no dia 27 de agosto, pacientes que contraíram a doença em julho e se recuperaram. O primeiro é um rapaz de 25 anos que trabalha na cidade de São Paulo, onde mora durante a semana, e vem a Valinhos nos fins de semana. A Vigilância considera esse caso importado, já que a contaminação ocorreu em São Paulo. Mas entra na estatística de Valinhos porque a família do jovem reside na cidade, no bairro Santo Antônio.

O segundo caso, também confirmado em 27 de agosto, é de um menino de 5 anos morador do bairro Bom Retiro e que estuda na EMEB Prefeito Vicente José Marchiori. A notificação obrigatória de suspeita da doença foi registrada no dia 30 de julho. A Vigilância realizou um bloqueio vacinal na escola, com vacinação de todas as crianças que tiveram contato com o menino nos dias que antecederam a notificação do caso. A criança voltou às aulas após se recuperar.

No dia 30 de agosto, a Vigilância de Valinhos recebeu a confirmação de sarampo para um bebê de 1 ano, morador do bairro Lunardi, em Campinas. A criança foi atendida na Santa Casa de Valinhos, no dia 29 de julho, quando o hospital fez a notificação obrigatória da suspeita da doença. Como a criança mora em Campinas, o caso é registrado na cidade vizinha, que fez o acompanhamento da evolução do paciente.

O segundo bebê, também de 1 ano de idade, mora no Jardim Von Zuben, em Campinas. Ele foi atendido na Santa Casa de Valinhos no dia 12 de agosto e o hospital notificou a suspeita da doença, como é obrigatório. Esse caso também foi registrado por Campinas, onde a família mora e onde foi feito o acompanhamento do paciente.

Dessa forma, Valinhos possui apenas dois casos positivos de sarampo, um autóctone, contraído no Bom Retiro, e um importado da cidade de São Paulo. A cidade possui ainda 28 casos notificados aguardando resultado de exames, que vão descartar ou confirmar a doença, e três casos descartados, que foram notificados pelos hospitais, mas os exames deram negativo para o sarampo.

Fonte: PMV

 

 

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome