O vereador Prof. Marcelo DiverCidade (PT) apresentou projeto de lei para incluir trabalhadores de escolas como grupo prioritário no plano municipal de vacinação em Valinhos.

Se o projeto for aprovado e virar lei, todos os funcionários, incluindo terceirizados, teriam que receber imunizantes antes do início das aulas presenciais, previsto para março. A proposta ainda determina que ninguém seja obrigado a trabalhar presencialmente sem que o município lhe disponibilize a vacina.

Segundo Marcelo, a vacinação dos trabalhadores de escola garantiria os direitos à saúde e à educação. “Haveria o impedimento do agravamento da circulação do novo Coronavírus, bem como a prevenção de mais internações e mortes decorrentes dessa grave e desoladora doença”, escreve o vereador na mensagem que acompanha o projeto de lei.

O projeto tramita na Câmara e ainda não tem data definida para ser votado.

Fonte: CMV

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome