Na sexta-feira, será realizada a divulgação do livro “Retratos Brasileiros: São Paulo”, uma coleção de imagens e histórias de 105 pessoas do  estado de São Paulo, do fotógrafo Tomás Cajueiro. 

O feriado da Sexta-Feira Santa, pode passar batido para muitos em meio à quarentena, porém é uma oportunidade de descanso em meio à home offices e aulas online.

O Ocupe.Arte: Conexões, projeto de incentivo à cultura na RMC, está com uma programação especial para quem quer aproveitar o tempo em casa e aprender mais sobre diversos aspectos da cultura.

Na sexta-feira, será realizada a divulgação do livro “Retratos Brasileiros: São Paulo”, uma coleção de imagens e histórias de 105 pessoas do  estado de São Paulo, do fotógrafo Tomás Cajueiro, co-criador do Ocupe.Arte. 

Já no domingo, 12, acontece o sexto bate papo da série “Falando de Arte”, com o título “O Cenário Para a Produção Cultural em 2020: a cultura no mundo pós-Coronavírus”, com o produtor cultural Reginal Menegazzo. A conversa acontece às 16h, e aborda, entre outros assuntos, o impacto financeiro que a crise do vírus tem no setor cultural.  O sétimo bate papo, com o vice presidente da Associação de Preservação Histórica de Valinhos Sérgio Leandro Ferrari, discutirá a atuação da associação e a importância de acervos municipais para a preservação da história, e acontece na quarta-feira, 15 de março. Os bate papos acontecem no facebook do coletivo, fb.com/Ocupe.Arte

 Os materiais podem ser acessados gratuitamente no site https://ocupearte.com.br e nas redes sociais do projeto.

Sobre o Ocupe.Arte

Idealizado por Tomás Cajueiro, fotógrafo e gestor cultural, e Genivaldo Amorim, artista visual e curador, o Ocupe.arte começou em janeiro de 2017 com uma exposição coletiva que reuniu 25 artistas em um imóvel emprestado por um casal de empresários da cidade. Entusiastas e profissionais da arte, Tomás e Genivaldo realizaram o evento como um grande alerta para a falta de espaços públicos adequados para exposições na cidade. 

Com do sucesso da exposição e percebendo que havia uma demanda grande por arte em Valinhos, Tomás e Genivaldo, então, continuaram o projeto artístico sob o selo “Ocupe.Arte”. Em março de 2019, um projeto que foi muito impulsionado nas mídias e redes sociais teve início: um álbum de figurinhas, ao estilos dos álbuns da Copa do Mundo, com os artistas valinhenses. 200 figurinhas, de 50 artistas, eram trocadas pela população todo final de semana, em praças públicas. 

A ideia tinha um objetivo, estreitar os laços entre os artistas da cidade e o público, carente de cultura em uma cidade sem museu, mas serviu para fortalecer ligações sociais.. O objetivo de Tomás e Genivaldo, aliás, com o “Ocupe.Arte” é, além de incentivar a produção e consumo de cultura em Valinhos, e, agora em Vinhedo, render conexões. 

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome