Alunos dos sextos anos das Escolas Municipais de Valinhos irão conhecer, a partir de agosto, o Projeto “As 14 Maravilhas de Valinhos”. A proposta foi apresentada na semana passada à diretora Pedagógica da Secretaria de Educação, professora Ana Angélica Julio, aos professores André Betti , coordenador da Área de História; Nadir Vidal, coordenador da Área de Artes; e Milton Cezar Xavier, coordenador da Área de Geografia.

A ideia foi bem aceita pelos professores, que optaram por tratar do tema em agosto, logo após o retorno às aulas, para que haja um tempo para uma ação de planejamento. “O projeto das 14 maravilhas contempla no seu contexto várias áreas, como a história, a geografia e as artes, uma vez que estamos falando de patrimônio histórico, que tem sua localização geográfica dentro da cidade, que tratam de obras arquitetônicas, algumas delas referências nacionais e um contexto histórico”, disse a diretora Ana Angélica.

Para que o projeto seja levado para a sala de aula, um material impresso, descrevendo a ação e seus objetivos, será produzido para que todos os alunos possam efetivamente participar, não apenas conhecendo seu contexto, como também votando nas sete maravilhas existentes e nas sete maravilhas extintas. “Levar a proposta para as escolas é uma excelente forma de praticar o ensino da histórica local de maneira interativa e colaborativa”, disse Marcel Pazzinato, presidente da Associação de Preservação Histórica de Valinhos (APHV).

De acordo com Pazzinato, até o último dia 12 de junho o sistema de votação criado dentro do site da APHV já havia computado 7.014 votos, sendo 4.351 votos para as maravilhas existentes e 2.663 para as maravilhas extintas. “Por esses números, podemos afirmar que a proposta foi bem aceita pela população”, afirmou.

Para o secretário de Educação, Zeno Ruedell, a proposta de levar o projeto “As 14 maravilhas” para a sala de aula é uma forma de possibilitar ao estudante valinhense o acesso a informações históricas de maneira diferenciada, mediada pela tecnologia. “Vejo que esse projeto, que tem por objetivo escolher as quatorze maravilhas da cidade, acertou ao usar a tecnologia para mediar as escolhas. É um projeto que traz informações importantes para nossos estudantes e que permite sua participação e colaboração em algo que também vai ficar na história”, destacou.

O PROJETO

O projeto “As 14 Maravilhas de Valinhos” é uma iniciativa da APHV que conta com o apoio da Secretaria de Cultura, do Departamento de Comunicação e do Departamento de Informática da Prefeitura, responsável pela elaboração da tecnologia de votação.

O projeto foi lançado no dia 31 de março, dentro do 1º Encontro Valinhos Ferroviário, que aconteceu no Museu Municipal Fotógrafo Haroldo Pazinatto. Uma Comissão criada pela APHV, formada por artistas, jornalistas, radialistas, pesquisadores e professores, teve a missão de identificar e selecionar previamente aquelas que poderiam ser consideradas as Maravilhas de Valinhos, tanto as atuais, quanto as que existiram e que o progresso e o desenvolvimento da cidade acabaram apagando da história.

O trabalho dessa comissão resultou numa lista com 91 candidatas à Maravilhas de Valinhos, sendo 62 existentes e 29 maravilhas extintas. A votação foi liberada no dia 28 de maio, dia do aniversário de Valinhos e, desde então, os valinhenses estão votando.

Para votar é simples, basta acessar o site, www.historiavalinhos.com.br/14maravilhasDe acordo com Marcel Pazinatto, presidente da APHV, o período de votação irá se estender até o dia 15 de outubro e a divulgação do resultado será na primeira quinzena de novembro.

Fonte: PMV

 

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome