-publicidade-

Falta esclarecer o porquê da aprovação de reajuste maior feita pelo Conselho Municipal de Transporte

O valor da tarifa de ônibus urbano em Valinhos será reajustado nesta quinta-feira (1º de fevereiro) de R$ 3,80 para R$ 4,20. Será o primeiro reajuste da tarifa desde maio de 2016.

O índice de reajuste, de pouco mais de 10%, foi fixado no dia 22 de janeiro depois que o prefeito Orestes Previtale (MDB) rejeitou a proposta inicial da empresa Sou Valinhos, que opera o sistema e pedia o valor da passagem fixado em R$ 4,70.

-publicidade-

O reajuste tinha sido aprovado pelo Conselho Municipal do Transporte Coletivo, que avaliou a planilha de custos da empresa. Porém, para entrar em vigor, precisava do aval do prefeito. “Assim que recebi a notícia da aprovação do aumento para R$ 4,70 no Conselho Municipal do Transporte Coletivo, informei a empresa que não iria autorizar esse valor. Vivemos uma crise, R$ 0,90 representam um impacto muito pesado no bolso do usuário. Foi uma discussão complexa, mas, no final, contamos com o apoio da empresa e chegamos a um valor mais próximo da realidade”, disse o prefeito.

 “Assim que recebi a notícia da aprovação do aumento para R$ 4,70 no Conselho Municipal do Transporte Coletivo, informei a empresa que não iria autorizar esse valor.” (Orestes Previtale)

No começo de 2017 a tarifa não foi reajustada porque a empresa tinha acabado de assumir o serviço e, por contrato, teria que esperar um ano para aumentar os valores. Nesse período, a população pagou R$ 3,80 pela passagem.

Neste ano, a tarifa em Campinas já foi reajustada e chegou a R$ 4,70. Além disso, no dia 16 de janeiro a Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos (STM) reajustou as passagens dos ônibus intermunicipais da Região Metropolitana de Campinas (RMC) em 4,06%, em média.

A Sou Valinhos vai trocar toda a frota dos ônibus na cidade. A previsão é de que todos estejam rodando ainda no primeiro semestre de 2018. A empresa assinou em dezembro um contrato de financiamento no valor de R$ 16 milhões para a compra dos novos veículos. O investimento será realizado com recursos da Caixa Econômica Federal (CEF). O acordo com o banco, em Campinas, teve o aval da Prefeitura, que apresentou o contrato de concessão municipal como complemento para o negócio.

Conselho Municipal de Transporte Coletivo aprovou aumento maior

O CMTC – Conselho Municipal de Transporte Coletivo foi instituído do por lei para avaliar, fiscalizar e decidir sobre o reajuste das tarifas.

Reorganizado a partir de janeiro deste ano, o CMTC reuniu-se no dia 11 daquele mês para avaliar o pedido de reajuste da tarifa apresentado pela empresa Sou Valinhos. Apenas um membro do conselho votou contra a proposta, cujo conteúdo, agora foi desautorizado pelo prefeito.

O CMTC tem representantes da administração e da sociedade civil e é presidido pelo próprio Secretário de Transporte e Trânsito, Mauro Haddad Andrino.

Fonte: PMV

Leia também:

Conselho aprova e, se Orestes autorizar, ônibus pode ir a R$ 4,71

Orestes não autoriza 24% e tarifa de ônibus vai a R$ 4,20

 




Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome