Por Josué Roupinha Jr.

Um dia as coisas serão diferentes…

Um dia você vai olhar para trás e ver que aqueles amigos que você tanto queria na escola,
não mereciam alguém como você… Você está aí, firme e forte, junto daqueles que te amam. O hoje é o que importa.

Um dia as coisas serão diferentes…

Um dia você vai entender que não existe brinquedo de menina ou menino. E que não há
problema algum em você fugir dos padrões.

Um dia as coisas serão diferentes…

Um dia seu pai, sua mãe e seus familiares irão te amar e te respeitar. Se não o fizerem, não tem problema. Não será fácil, mas sempre haverá alguém. Sempre há um ombro amigo, mesmo que seja através da sua fé.

Um dia as coisas serão diferentes…

Um dia a sua insegurança em fazer amigos, encontrar um emprego ou conhecer alguém
legal vai acabar.

Um dia as coisas serão diferentes…

Um dia você se olhará no espelho e vai se amar tanto, mas tanto que nada e nem ninguém
tirará o seu direito de amar e ser amado…

Um dia as coisas serão diferentes…

O dia em que todo tipo de intolerância, racismo, homofobia e feminicídios serão coisas…
de ontem.

E a quantos ontens ruins você sobreviveu? A todos eles até aqui.
Você sobreviveu a todos os seus piores dias, é forte, fez renúncias e difíceis escolhas.

Portanto, enquanto o dia pelo qual tanto lutamos não chega, continue a ser forte, a viver
seus amores.

Hoje, viva você.
Um viva a você!

Josué Roupinha Jr. é jornalista pós-graduado, professor de marketing, umbandista e proseador da política. Sugestões para a coluna, entre em contato pelo e-mail jroupinha1@gmail.com ou pela página no Facebook Josué Roupinha Jr

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome