A história da imigração italiana em Valinhos começou no fim do século XIX, com a abolição da escravidão no Brasil

A Associação Abruzzo Forte realiza uma Missa Especial, em italiano, neste domingo (2), às 10h30, na programação da festa de aniversário de 123 anos de Valinhos, celebrados no dia 28 de maio. A missa acontece no Centro de Artes, Cultura e Comércio (CACC) Adoniran Barbosa, celebrada pelo padre Tarcísio Machado, da Paróquia de São Sebastião. O dia 2 de junho é também o dia da Festa da República Italiana.

A celebração religiosa terá a participação do Coral Pio XI, sob a regência do maestro Márcio Urban. Fundado em 6 de janeiro de 1948, o coral é o mais antigo em atividade no município de Campinas e aceitou o convite da Abruzzo Forte para participar da ocasião especial.

Clique AQUI para saber mais sobre o Unicursos Campinas

De acordo com o presidente da Abruzzo Forte, Franco Petrocco,  a celebração da missa em italiano, com exceção da homilia que será feita em português, é uma forma de valorizar a tradição italiana em Valinhos. “Será uma oportunidade especial para que todos os descendentes de italianos possam participar de um evento religioso celebrado na língua italiana”, disse.

Para ele, a missa será também uma forma de reunir parte da colônia italiana que muito contribuiu para o desenvolvimento de Valinhos. “Temos descendentes de italianos que contribuíram para que diversas áreas evoluíssem, como Lino Busatto, que trouxe as primeiras mudas de figo para Valinhos no começo do século 20, José Milani, que fundou a Cia Gessy, hoje Unilever, e a família Capelato, que impulsionou nosso transporte coletivo”, discorreu Petroco.

Após a Missa, a Associação Abruzzo Forte, em parceria com a Academia de Danças Viva a Arte, fará apresentação do Grupo Folclórico de Dança Vola Vola.

No dia 02 de junho, a Itália comemora seu mais importante feriado nacional: a Festa della Repubblica.

Festa da República Italiana

O dia 2 de junho é feriado na Itália, quando é comemorado o referendo institucional realizado em 1946, no qual o povo italiano foi chamado às urnas para decidir a forma de governo do país, após a Segunda Guerra Mundial e a queda do fascismo.

Com 12.717.923 votos para república e 10.719.284 votos para monarquia, o resultado significou a proclamação da República e o exílio forçado dos homens descendentes da Casa de Savoia.

Antes da fundação da República, o feriado nacional da Itália era o primeiro domingo de junho, aniversário do Estatuto Albertino, que foi a constituição do Reino Unido da Itália. Até 1977, essa era a data das celebrações pela fundação da república em 1948. A data de 2 de junho tornou-se oficial em 2000.

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome