Evidencia-se a tendência de aceleração da curva de casos positivos desde o final de maio, quando eram 174 os casos confirmados. Em 38 dias, os casos mais do que quadruplicaram.

A Secretaria da Saúde de Valinhos confirmou, nesta quarta-feira (8), que a cidade registra mais 3 mortes e 30 novos casos de covid-19 e chega, agora, a 37 óbitos causados pela doença e 867 casos positivos.

A taxa geral de ocupação dos leitos de UTI na cidade voltou a subir e atingiu 87% nesta quarta-feira. O número de pacientes em estado grave internados é o maior desde o começo da pandemia: 43 pessoas. Na Santa Casa, a taxa da ocupação da UTI chegou novamente ao limite. Das 32 vagas, 31 estão ocupadas.

Os números reforçam a tendência de aceleração da curva de casos positivos desde o final de maio, quando eram 174 os casos confirmados. De lá para cá, em apenas 38 dias, os casos mais do que quadruplicaram. Foram 697 confirmações.

Com base nos dados, a Vigilância Sanitária mantém o alerta de que a doença atingiu fase crítica na cidade e apela para que a população respeite o isolamento, reduza a circulação pelas ruas e faça sua parte para a contenção da doença. Nesta semana, comércio e serviços não essenciais vão continuar fechados na cidade.

Com casos em alta e leitos de hospitais sobrecarregados, o Governo do Estado anunciou que toda a região de Campinas volta para a fase vermelha do Plano São Paulo, e assim como Valinhos, todas as cidades terão que manter fechados os estabelecimentos não essenciais.

Óbitos

Dos 3 casos de óbito desta quarta-feira, dois eram moradores de Valinhos e um, de Campinas:

– Um homem de 76 anos com histórico de doença cardiovascular. Morreu em casa no dia 7 de julho. Atendimento do serviço 192. Não passou por nenhum hospital. Morador de Valinhos, do bairro Macuco.

– Um homem de 72 anos com histórico de diabetes e doença cardiovascular. Foi internado no dia 25 de junho na UTI da Santa Casa e morreu no dia 30. Morador de Valinhos, do bairro Macuco.

– Um homem de 93 anos com histórico de doença neurológica e cardiovascular. Foi internado no dia 1 de julho na UTI do Hospital Galileo e morreu no dia 5. Morador de Campinas.

Casos

Todos os 30 novos casos confirmados de covid-19 desta quarta-feira são moradores de Valinhos. No total, dos 867 casos já confirmados da doença, 553 são de moradores de Valinhos e 314 informaram que residem em outros municípios.

A Secretaria da Saúde contabiliza casos de munícipes e não munícipes confirmados com covid-19 na mesma tabela de dados, já que todos os não munícipes com exames positivos têm alguma ligação com a cidade, como atividades profissionais, parentes próximos e imóveis de veraneio (chácaras utilizadas nos finais de semana, por exemplo) e foram tratados pelo sistema valinhense de saúde (público ou privado). A divulgação dos dados, no entanto, discrimina moradores e não moradores.

Os casos suspeitos são 219 no município nesta quarta. O número de mortes suspeitas caiu para 2. Há ainda 427 casos descartados. Os recuperados são 805.

Leitos

O número de pacientes internados nos dois hospitais de Valinhos caiu para 67 nesta quarta-feira, sendo que 43 estão em UTIs (31 na Santa Casa e 12 no Galileo), com quadros mais graves, e outros 24 em enfermarias (12 na Santa Casa e 12 no Galileo).

A taxa geral de ocupação das UTIs na cidade (atendimento SUS e privado) subiu de 75% para 87%, segundo informações oficiais dos hospitais à Secretaria Municipal da Saúde. Dos 52 leitos disponíveis para covid (32 na Santa Casa e 20 no Galileo), 43 estão ocupados no momento.

Na UTI da Santa Casa, que atende pelo SUS, a ocupação saltou de 88% da capacidade para 97%. A direção do hospital informou na última sexta-feira que conseguiu ampliar, mais uma vez, sua capaciade de atendimento em UTI com uma readequação em sua infraestrutura. Dessa forma, passou de 31 para 32 o número de leitos exclusivos de covid-19 na UTI. A Santa Casa informa ainda que dos 32 leitos de UTI para covid, 31 são leitos efetivos e 1 é de pronto-socorro, mas que pode receber pacientes de urgência enquanto aguardam a abertura de vaga na UTI. 

Na UPA, a instalação recente de dois respiradores enviados pelo Governo do Estado possibilitou iniciar o atendimento em leitos de apoio para pacientes que aguardam vagas na UTI da Santa Casa quando ela estiver lotada. Esses 4 novos leitos serão usados apenas como apoio para a Santa Casa e serão ocupados quando não houver vagas disponíveis no hospital.

Fique em casa

A recomendação do Ministério da Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde e da Organização Mundial da Saúde é para que as pessoas evitem sair de casa. O isolamento social é a melhor forma de se proteger do coronavírus. Estabelecimentos não essenciais não estão autorizados a funcionar em Valinhos por determinação da Vigilância Sanitária. 

Confira os registros:

Dia 08/07/2020 – Até 16h

– 867 casos confirmados, sendo 553 positivos munícipes (513 recuperados, 19 internados e 21 óbitos) e 314 positivos não munícipes (292 recuperados, 6 internados e 16 óbitos)

– 219 suspeitos em investigação

– 427 casos descartados

– 37 óbitos confirmados, sendo 19 de moradores da cidade e 15 de não munícipes

– 2 óbitos em investigação  

– 40 óbitos descartados

– 43 pacientes suspeitos internados em UTIs, sendo 31 na Santa Casa e 12 no hospital Galileo

– 24 pacientes suspeitos internados em enfermarias, sendo 12 internados na Santa Casa e 12 no Galileo

Fonte: PMV

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome