Obra de escola no Parque dos Cocais está paralisada desde 2010
-publicidade-

Valinhos melhorou a nota de 4,8 para 4,9 mas ainda faz feio na classificação

Foi divulgado em dezembro de 2017 o ranking dos municípios brasileiros no IOEB – Índice de Oportunidades da Educação Brasileira.

Embora tenha a sua nota melhorada de 4,8 (2015)  para 4,9 (2017),  a educação básica de Valinhos amarga a posição 1060 no ranking. A média dos municípios é 4,7 e a do estado de São Paulo é 5,3.

-publicidade-

Em comparação com a região,  Vinhedo está na 32ª posição, Itatiba 33ª,  enquanto Campinas fica na 747ª colocação.

O estado do Ceará tem as quatro primeiras posições do ranking com as cidades de Sobral, Frecheirinha, Nova Olinda e Brejo. O município paulista melhor colocado é Dumont, que ocupa a  6ª posição.

O IOEB é um índice que mede a qualidade das oportunidades educacionais da educação básica. O Índice indica quanto cada município e estado contribuem para o sucesso educacional das pessoas que vivem ali.

A classificação leva em consideração o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), índice utilizado pelo Ministério da Educação, mas também avalia itens como formação docente, experiência dos diretores e vagas na Educação.

O IOEB pode variar de 0 a 10 e mostra a qualidade das oportunidades educacionais no município,  engloba todas as redes educacionais do município e contempla todas as crianças e adolescentes em idade escolar, incluindo também quem está fora da escola e não deveria estar.

O Pé de Figo solicitou à assessoria de imprensa da Prefeitura de Valinhos, através de e-mail, uma manifestação a respeito do tema, mas ainda não obteve resposta.

Saiba mais sobre o IOEB em: http://www.ioeb.org.br/

 




Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome