A orientação geral da Prefeitura é para que as pessoas fiquem em suas casas pelo maior tempo possível.

A Prefeitura de Valinhos determinou nesta segunda-feira (23), por decreto, o fechamento do comércio e o início de quarentena na cidade a partir desta terça-feira (24). A medida segue determinação do Governo do Estado de São Paulo e vale para todos os 645 municípios paulistas.

Além disso, a Prefeitura também determinou a suspensão das suas atividades de natureza não essencial a partir desta terça-feira até 16 de abril. Os servidores vão trabalhar de suas casas nos casos em que for possível. O atendimento à população fica suspenso.

A orientação geral da Prefeitura é para que as pessoas fiquem em suas casas pelo maior tempo possível. Esse isolamento social é, segundo técnicos e especialistas da área de saúde, a forma mais eficaz para ajudar a conter o número de casos da doença na cidade.

As medidas são uma reação da Administração Municipal à pandemia de coronavírus, que tem afetado o mundo todo e já chegou à cidade. São três casos confirmados da doença e outros 40 pacientes aguardam confirmação de exames de laboratório.

Ficam mantidos os serviços essenciais, como Saúde pública e privada, Segurança Pública e abastecimento de água.

Só vão poder ficar abertos hospitais, clínicas médicas, farmácias, clínicas odontológicas, supermercados, hipermercados, padarias e açougues, além de callcenters, bancas de jornais, lojas de pet shop, serviços de transportes e indústrias.

Os restaurantes e bares só poderão funcionar em sistema de entregas. Os clientes não vão poder consumir produtos dentro dos estabelecimentos.

A fiscalização do cumprimento do decreto será feita pela Guarda Civil Municipal.

A Prefeitura ainda recomenda que as pessoas que forem aos estabelecimentos que estarão abertos tomem o máximo de cuidado para reduzir os riscos de contágio. Elas devem evitar aglomeração, procurar não tocar em superfícies e objetos de uso comum e higienizar as mãos com frequência.

Servidores

No final da tarde desta segunda-feira, a Prefeitura anunciou o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário dos servidores municipais para que eles possam se preparar para o período mais crítico da pandemia.

Também ficará liberado o pagamento de 25% da licença-prêmio dos servidores da Saúde e da Segurança Pública que tiverem direito e estiverem atuando nas frentes de enfrentamento do coronavírus na cidade.

Transporte

Além das medidas, foi acertado com a empresa Sou Valinhos a redução no número de ônibus circulando no transporte coletivo da cidade em função da queda der 70% no movimento nos últimos dias.

Também foram fechadas as feiras livres na cidade: Feira do Produtor (na Festa do Figo), Quarta É Feira (no CACC), Sábado É Feira, no Santa Gertrudes, e a Feira de Orgânicos que seria inaugurada no CLT.

Foi ainda suspenso o atendimento do PAT, também por determinação do Governo do Estado.

Saiba mais

Veja a íntegra do decreto no link: http://www.valinhos.sp.gov.br/sites/valinhos.sp.gov.br/files/boletins/2020/1937.pdf

Fonte: PMV

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome