A Prefeitura de Valinhos promoveu um aditamento de contrato com o Instituto Esperança para o atendimento de 80 crianças da Creche Tia Nair, que anunciou o encerramento das suas atividades em 31 de dezembro deste ano. Com a decisão da diretoria da Tia Nair, foi necessário buscar uma alternativa para que as crianças não ficassem desassistidas. As duas entidades são conveniadas com a Secretaria de Educação de Valinhos.
Segundo a Secretaria de Educação, a diretoria da Creche Tia Nair manifestou a possibilidade de encerrar as atividades ainda no ano passado, mas adiou a decisão para este ano. “Foi uma decisão unilateral da diretoria da Creche Tia Nair”, enfatizou o secretário Zeno Ruedell. Segundo ele, o aditamento do contrato com o Instituto Esperança foi feito para que as crianças não fiquem desassistidas. “Temos o mesmo tipo de contrato com as duas instituições”, alegou.
Depois de adotados todos os procedimentos jurídicos necessários, o contrato de aditamento foi assinado esta semana. O Instituto Esperança atende 309 crianças em três unidades instaladas em Valinhos. Com o aditamento, passará a atender 389 crianças em quatro unidades, absorvendo os 80 alunos da Creche Tia Nair. De acordo com Zeno, as atividades deverão ser mantidas no mesmo local onde funciona hoje a Creche Tia Nair.
A Creche Tia Nair doou a estrutura, bens e equipamentos, para o Instituto Esperança. “Tudo foi registrado e regularizado para que o Instituto Esperança já possa atender as 80 crianças a partir de janeiro de 2019”, comentou o secretário. Segundo ele, o processo de doação cabe às duas insitutições. “A Prefeitura viabilizou a continuidade do atendimento às crianças com o aditamento do contrato. Todas as crianças da Tia Nair continuarão sendo atendidas normalmente”, disse. Zeno comentou que as matrículas já foram feitas.
A diretoria da Creche Tia Nair manifestou o desejo de que os funcionários sejam mantidos trabalhando na creche pela nova administração. Segundo a diretoria, os funcionários da Creche Tia Nair desenvolvem um trabalho muito competente e humanizado, com amplo apoio dos pais, que são estimulados a se envolver na rotina das crianças.
Fonte: PMV

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome