Vias no entorno da Lagoa do Taquaral, em Campinas — Foto: Johnny Inselsperger/EPTV

A média verificada pelo Estado foi de 54% e sete municípios da região ficaram abaixo deste patamar. Já Campinas , Indaiatuba, Valinhos e Vinhedo alcançaram exatamente este índice.

As 12 cidades da região de Campinas monitoradas pelo Estado durante a quarentena determinada para evitar a disseminação do novo coronavírus voltaram a registrar aumento nos índices de isolamento social no domingo (17), em relação ao dia anterior.

As estatísticas divulgadas nesta segunda-feira mostram, contudo, que somente Mogi Mirim tem indicador superior à média dos municípios paulistas, enquanto Hortolândia e Paulínia se igualam no pior resultado.

A média verificada pelo Estado foi de 54% e sete municípios da região ficaram abaixo deste patamar. Já Campinas, Indaiatuba, Valinhos e Vinhedo alcançaram exatamente este índice.

A meta do governo é atingir no mínimo taxa de 55% de isolamento no Estado, enquanto que o comitê de combate à Covid-19 considera o patamar de 70% como ideal para achatar a curva de contaminação e evitar o colapso do setor de saúde. A quarentena segue até 31 de maio.

  • Americana: 50% (aumento de 4 pontos percentuais)
  • Amparo: 52% (aumento de 5 pontos percentuais)
  • Campinas: 54% (aumento de 4 pontos percentuais)
  • Hortolândia: 49% (aumento de 3 pontos percentuais)
  • Indaiatuba: 54% (aumento de 3 pontos percentuais)
  • Itapira: 52% (aumento de 3 pontos percentuais)
  • Mogi Guaçu: 51% (aumento de 4 pontos percentuais)
  • Mogi Mirim: 56% (aumento de 5 pontos percentuais)
  • Paulínia: 49% (aumento de 2 pontos percentuais)
  • Sumaré: 50% (aumento de 4 pontos percentuais)
  • Valinhos: 54% (aumento de 4 pontos percentuais)
  • Vinhedo: 54% (aumento de 1 ponto percentual)

Fonte: G1

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome