O Presidente do Valiprev, Wilson Ventura

Vereadores alegam que dois meses antes das provas a Câmara já recebia denúncias sobre manipulação dos resultados e que candidatos aprovados em primeiro lugar são diretamente ligados ao presidente do instituto.

Na abertura do ano legislativo da Câmara Municipal de Valinhos, os vereadores da bancada do PMDB, Israel Scupenaro, Dalva Berto, Roberson Salame e Giba,  mesmo partido do Prefeito Orestes Previtale, apresentaram um requerimento em que assumem uma posição de questionamento sobre os desdobramentos das denúncias de irregularidades no concurso do Valiprev, o instituto de previdência dos servidores públicos municipais de Valinhos.

No documento os vereadores apontam que “com a publicação do resultado do certame, as denúncias iniciais ganharam robustez, já que indicaram a aprovação em primeiro lugar de pelo menos dois candidatos ligados diretamente ao atual presidente do Valiprev, Sr. Wilson Ventura.”

A homologação dos resultados do concurso realizado em 2017  foi suspensa pela diretoria do instituto a pedido do seu Conselho Fiscal após este ter recebido denúncias de favorecimento a dois membros da mesma família, ligados ao ex-vereador Juninho Andrade, membro da direção do PSD,  mesmo partido do presidente do Valiprev.

Veja aqui a íntegra do documento: http://consulta.siscam.com.br/camaravalinhos/arquivo?Id=121693

Para entender o caso leia também:

Após denúncia de irregularidades, Valiprev cancela concurso

Valiprev: Wilson Ventura diz que concurso não foi cancelado, mas suspenso

 

 




Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome